Revolucionando o empréstimo no Brasil
Use seu carro como garantia de novas conquistas
Use seu carro como garantia de novas conquistas
Crédito e empréstimo

Entenda como calcular o empréstimo consignado

Saiba o que levar em consideração na hora de calcular o empréstimo consignado

Escrito por Elaine Ortiz em 13.12.2019 | Atualizado em 12.03.2020

  • 0 Likes

Conhecido pelas baixas taxas e melhores condições para pagamento - como prazos mais longos, o empréstimo consignado está entre as opções de crédito mais saudáveis do mercado. Mesmo assim, para quem contrata, é preciso ficar atento a algumas questões e entender, por exemplo, como calcular o empréstimo consignado.  

Um dos principais pontos positivos dessa linha de crédito é a segurança que a operação apresenta, a taxa de juros mais baixa e o valor do empréstimo, que pode ser maior. Além disso, até quem está negativado consegue realizar esse empréstimo por conta da garantia. A seguir, entenda como utilizar essa linha de crédito a seu favor.

Calcular empréstimo consignado: como começar? 

O primeiro passo para avaliar se o crédito consignado é realmente interessante é se atentar para o cálculo final do contrato, considerando não apenas as taxas de juros aplicadas, mas também o Custo Efetivo Total (CET) da operação.

Nem sempre as taxas de juros mais baixas são sinônimo de um CET menor. Portanto, sempre vale a pena acompanhar o CET de diferentes tipos de empréstimos para descobrir a melhor oferta. Dessa forma, é possível comparar as taxas de juros, os prazos de pagamento e condições de vários bancos.  

Avalie, portanto, todos os custos que podem existir na operação, como:

1. Imposto sobre Operações Financeiras (IOF)

O Imposto sobre Operações Financeiras é um encargo obrigatório, cobrado de empréstimos, financiamentos, operações de câmbio e títulos imobiliários, que deve ser incluído no valor total do empréstimo.

2. Taxa de Abertura de Crédito (TAC)

Essa taxa não é obrigatória, mas ainda é cobrada por muitos agentes financeiros para cobrir custos com pesquisa sobre a situação financeira do cliente.

3. Seguros

Alguns agentes financeiros também podem cobrar seguros para garantir o pagamento em caso de desemprego ou morte do titular.

4. Taxas administrativas em geral 

Ainda é possível que os agentes cobrem taxas de manutenção de cadastro e taxas administrativas. Essas cobranças podem variar de acordo com a política de crédito do agente financeiro. 

Margem consignável

A Lei nº 10.820, de 17 de dezembro de 2003 determina que o empréstimo consignado é destinado a funcionários que estejam regidos pela CLT, aposentados, pensionistas e servidores públicos. As parcelas devem ser debitadas da folha de pagamento, contracheque, pensão ou aposentadoria, de acordo com cada categoria.

Antes de calcular os juros do empréstimo consignado é importante saber que o valor da parcela não pode extrapolar 30% do rendimento líquido recebido. Trata-se da chamada margem consignável, cujo teto é de 35% (30% disponível para o empréstimo consignado e 5% para o cartão de crédito consignado).

Taxa de juros do empréstimo consignado

Com tudo isso em mente, o próximo passo é conhecer e comparar as taxas de juros praticadas no mercado. Lembrando que, pelo fato dos pagamentos mensais do empréstimo consignado serem feitos automaticamente no salário ou benefício do INSS, os juros dessa modalidade de crédito costumam ser os menores do mercado. Afinal, as instituição financeiras correm menor risco de não receber o pagamento.

Para se ter ideia, no consignado a taxa média de juros varia entre 20% e 35% ao ano. Enquanto modalidades de empréstimos mais populares, como cheque especial e rotativo do cartão de crédito, chegam a absurda casa dos três dígitos. Para aposentados e pensionistas INSS esse valor não pode ultrapassar a 2,05% a.m. e para servidores públicos o teto é 2,08% a.m.  

Ainda assim, é importante lembrar que as taxas de juros do consignado podem variar consideravelmente de uma instituição para outra. Por isso, fazer pesquisas e simulações é fundamental para garantir as melhores condições. 

O valor disponível para empréstimo será afetado diretamente pela taxa de juros e pelo tempo do contrato. A regra é a seguinte: quanto maior o prazo de pagamento, maior é o limite que você consegue pegar de empréstimo. Quanto maior a taxa de juros, menor é o valor que você consegue pegar emprestado.

Confira as taxas de juros do consignado dos bancos, disponibilizadas pelo Banco Central do Brasil em novembro de 2019.

  Taxas de juros
Instituição % a.m. % a.a.
CAIXA ECONÔMICA FEDERAL   1,60   20,92
BANCO SAFRA   1,74   23,01
BANCO DO BRASIL   1,84   24,48
BANCO BRADESCO   2,11   28,46
BANCO INTER   2,16   29,25
BANCO SANTANDER   2,39   32,70
BANCO AGIBANK   2,42   33,19
ITAÚ UNIBANCO   2,55   35,32
BV FINANCEIRA   3,52   51,48

 

Leia mais: O que é empréstimo consignado? Entenda como esse crédito funciona

Calculadora de empréstimo consignado pode ser uma aliada

Seja para comparar taxas ou para descobrir se as parcelas cabem no seu bolso, simuladores como calculadoras de empréstimo podem ser ferramentas interessantes.  O Banco Central, por exemplo, disponibiliza a Calculadora Cidadã. Nela o usuário pode consultar quanto pagaria de prestação por mês. 

Basta preencher  o número de meses em que deseja pagar o empréstimo, o valor financiado, a taxa de juros mensal e deixar em branco o campo “valor da prestação”. Ao clicar em “calcular”, o simulador informa o resultado das prestações mensais. 

Mas é importante considerar que esse cálculo não considera o Custo Efetivo Total (CET) da operação. Impostos como IOF, taxas de administração variadas, seguros e outros custos que podem estar embutidos no seu financiamento. Procure ler com atenção e questionar até entender exatamente todos os valores que você irá pagar em seu contrato. É direito do consumidor receber o CET antes mesmo de assinar o contrato.

O que fazer após o cálculo do empréstimo consignado

Agora que você calculou e encontrou a opção com condições melhores, como adequar essa dívida ao seu orçamento? Ao tomar um empréstimo consignado, é fundamental incluir na sua rotina o hábito de se planejar financeiramente. Colocar no papel,  aplicativo de controle financeiro ou planilha de gastos todos os valores que entram e saem da sua conta. Essa prática irá ajudá-lo a compreender como você utiliza o dinheiro durante o mês. 

Uma vez tomado o crédito consignado, o salário ou benefício ficarão até 35% menores todo mês, até que se pague o empréstimo. É importante perceber esse movimento e adequar seus gastos para não gastar além do limite e se endividar ainda mais. Esse fato deve ser considerado na hora de calcular o empréstimo consignado. E mais, você não precisa utilizar o teto permitido, pegue emprestado somente a quantia que realmente precisa.

Você ainda tem dúvidas sobre como calcular as taxas do empréstimo consignado? Deixe um comentário abaixo.

Receba conteúdos exclusivos
Não perca nenhuma novidade, assine nossa newsletter.
Carregando...
  • 0 Likes
Elaine Ortiz

Escrito por Elaine Ortiz

Repórter do Portal Exponencial, com dez anos de experiência em redações de jornais e revistas. Acredita que informação de qualidade é capaz de fazer a diferença na vida das pessoas e que conhecimento financeiro tem tudo a ver com liberdade.

Comentários [0]

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

Comentário enviado com sucesso!
Erro ao enviar comentário. Por favor, tente novamente.
Revolucionando o empréstimo no Brasil

Quem somos

As transformações do mundo exigem cada vez mais de nós. Mais funções, mais responsabilidades, mais conhecimento. Mais, mais e mais. Mas o que Creditas e Exponencial têm a ver com isso?

Somos movidos por fazer a diferença na vida das pessoas. Se vivemos o tempo das informações ilimitadas, é nossa função criar e filtrar diferentes conteúdos aos nossos leitores, para que o conhecimento financeiro deles cresça exponencialmente.

Exponencial. Informação é fonte de crescimento.

A Creditas é uma plataforma digital que atua como correspondente bancário para facilitar o processo de contratação de empréstimos. Como correspondente bancário, seguimos as diretrizes do Banco Central do Brasil, nos termos da Resolução nº. 3.954, de 24 de fevereiro de 2011.

Creditas Soluções Financeiras Ltda. é uma sociedade limitada registrada sob o CNPJ/MF 17.770.708/0001-24, com sede na Av. Engenheiro Luís Carlos Berrini, 105, 12º andar Itaim Bibi, São Paulo – SP, 04571-010