• Simule seu crédito

    Simule seu crédito

    • Empréstimo com veículo em garantia
    • Empréstimo com imóvel em garantia
    • Empréstimo consignado
    Mais praticidade? Baixe nosso app:
  • Soluções

    Soluções

    • Imóveis
    • Reforma
    • Venda
    • Carros

    • Financiamento de carros
    • Loja de carros
    Mais praticidade? Baixe nosso app:
  • Benefícios corporativos

    Empresas

    Mais praticidade? Baixe nosso app:
  • Ajuda
Mais praticidade? Baixe nosso app:
  • Controle financeiro
  • Realizando sonhos
  • Saia do Vermelho
  • Me explica Creditas
  • Tudo sobre Crédito
  • Meu negócio
  1. Home

  2. Tudo sobre Crédito

Tudo sobre Crédito

Qual banco tem a menor taxa de juros para empréstimo? Compare

Analisar as taxas de juros e os os demais custos envolvidos na operação é fundamental antes de tomar crédito. Saiba como escolher a melhor alternativa para o seu bolso

por Flávia Marques

Atualizado em 11 de outubro, 2021

Qual banco tem a menor taxa de juros para empréstimo? Essa é, com certeza, uma das principais preocupações de quem busca crédito no mercado. Isso porque as tarifas praticadas por diferentes instituições financeiras podem fazer com que o valor final do empréstimo varie de maneira significativa. 

Entenda, a seguir, como comparar as taxas de juros de diferentes credores e saiba como escolher a opção que melhor se encaixa no seu orçamento. 

Como descobrir qual banco tem a menor taxa de juros para empréstimo? 

Não tem outro jeito: para descobrir qual instituição financeira oferece as melhores condições, é preciso pesquisar e comparar as taxas disponíveis no mercado. De modo geral, nem sempre um banco possui as menores taxas para todas as operações. Isso porque cada negociação está sujeita a diferentes políticas de crédito e, com o passar do tempo, as tarifas podem variar por diversos motivos. 

O primeiro passo é entender que existem diferentes modalidades de crédito no mercado e cada uma atende a necessidades específicas. No entanto, algumas opções são pouco recomendadas.

Para se ter uma ideia, as taxas do empréstimo pessoal, cheque especial e rotativo do cartão de crédito estão entre as mais altas do mercado e chegam a ultrapassar três dígitos ao ano. Por outro lado, modalidades como o empréstimo com garantia e o empréstimo consignado possuem taxas muito mais atrativas. Isso acontece porque estas modalidades apresentam menor risco de inadimplência, e as empresas que as oferecem podem reduzir as taxas de juros. Aliás, essa regra é válida para qualquer instituição financeira. 

Para efeitos de comparação, veja o valor médio das principais taxas de juros, segundo dados divulgados pelo Banco Central em 2020: 

Modalidade de crédito  Taxa de juros (ao ano)
Cheque especial 318,7%
Rotativo do cartão de crédito  300,3%
Parcelamento do cartão de crédito 175,2%
Crédito pessoal 119,5%
Crédito consignado  22,5%
Empréstimo com garantia de veículo (Creditas) 12,5%
Empréstimo com garantia de imóvel (Creditas) 9,9%

Bancos ou fintechs: onde encontrar as menores taxas? 

Além dos bancos tradicionais, existem diversas linhas de crédito disponíveis em outras instituições financeiras, como os bancos digitais, cooperativas de crédito e fintechs de empréstimo

No Brasil, essas startups que oferecem serviços financeiros por meios digitais, sejam sites ou aplicativos, ganham força e comandam uma grande transformação no setor ao sustentar o propósito de tornar mais acessível, rápido e intuitivo o modo como as pessoas utilizam os serviços de empréstimos. 

Em 2019, uma pesquisa conduzida pelo Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil) mostrou que as fintechs já alcançaram ótimo grau de aceitação: 87% dos brasileiros consideram os serviços prestados por elas melhores ou iguais aos dos bancos tradicionais. Entre os usuários, 50% apontam as menores tarifas como principal benefício das startups. 

Em contrapartida, no mesmo período, um levantamento feito pelo Instituto Brasileiro de Defesa do Consumidor (Idec) comparou as tarifas praticadas pelos cinco principais bancos tradicionais do país e mostrou que, em dois anos, o reajuste médio feito pelos serviços subiu o dobro da inflação (14%). Os números chamam a atenção para um ponto interessante: antes de descobrir qual banco tem a menor taxa de juros para empréstimo, o ideal é considerar, também, outras instituições financeiras.   

Para comparar: confira as taxas praticadas 

É verdade que cada instituição apresenta taxas próprias e regras específicas para conceder empréstimo, mas algumas parecem mais vantajosas que outras. Pensando nisso, o Exponencial fez um levantamento, comparando as condições de empréstimo para pessoa física oferecidas nas principais instituições do Brasil. 

A tabela a seguir mostra os números apresentados pelos cinco maiores bancos tradicionais do país, responsáveis por mais de 80% das operações financeiras; o Nubank, um dos bancos digitais precursores na oferta de crédito no Brasil; e a Creditas, a maior plataforma online de empréstimo com garantia do país. Os dados apresentados foram consultados nos portais das próprias instituições financeiras. Confira:

Instituição  Modalidade Taxa de juros (%) ao mês Taxa de juros (%) ao ano
Creditas  Empréstimo com garantia de veículo 0,99 12,5
Banco do Brasil  Empréstimo pessoal 2,84 39,91
Caixa Econômica Federal  Empréstimo pessoal 3,29 47,46
Itaú Unibanco  Empréstimo pessoal 3,98 59,65
Banco Santander  Empréstimo pessoal 4,13 62,43
Nubank  Empréstimo pessoal 4,23 64,48
Bradesco  Empréstimo pessoal 5,23 84,29

* Fonte: portais das instituições (abril/2020).

Se quiser, é possível fazer uma simulação de empréstimo agora mesmo:

O que define as taxas de juros de um empréstimo? 

Os fatores que interferem na definição da taxa de juros de empréstimo vão desde a situação da economia à política de crédito adotada pela instituição financeira.  

Para compor a taxa de juros, o agente financeiro soma basicamente três valores: o custo de aquisição do cliente, a taxa de retorno do investidor e o custo da venda. Dentro deste cálculo, as instituições ainda levam em consideração outros fatores, tais como o risco de crédito ou inadimplência. 

Leia também | Taxa de juro de empréstimo: entenda como calcular

Além disso, outros pontos interferem na definição da taxa de juros e nos custos do empréstimo, tais como:   

1. Taxa Selic 

Uma das variáveis que podem afetar esse custo é a taxa Selic. A taxa básica da economia é usada como base para determinar as taxas de juros cobradas nos empréstimos de qualquer natureza, incluindo a taxa de juros de empréstimos. 

A situação econômica do país, como o aumento ou redução da inflação, impacta diretamente a definição da taxa. Empréstimos, investimentos, consumo e até a cotação do dólar são afetados por variações na Selic.

2. CET - Custo Efetivo Total

Quem pretende tomar crédito precisa saber que a taxa de juros não é o único custo envolvido na operação. Há outras tarifas, seguros e encargos que também compõem o valor total do empréstimo, e a soma de tudo isso chama-se Custo Efetivo Total (CET)

Ficar atento ao CET é importante porque, ao comparar as ofertas de crédito de duas instituições financeiras, aquela que apresenta uma taxa de juros mais baixa pode não ser a mais vantajosa para o consumidor quando considerados todos os outros custos envolvidos.

Além disso, é importante saber que operações que envolvem aquisição de bens e de serviços devem conter esse total nos informes publicitários quando forem veiculadas ofertas específicas. Fique atento às “letras miúdas” para que nenhuma informação passe despercebida. 

Para evitar que o CET fique disfarçado no financiamento, o Banco Central criou uma norma que obriga as instituições financeiras a divulgarem o Custo Efetivo Total em destaque, em todos os contratos. As exigências estão reunidas na resolução n° 3.517.

Empréstimos com as melhores taxas de juros

Depois de conhecer as condições de empréstimo pessoal dos principais agentes financeiros do país, confira as melhores linhas de crédito para organizar as finanças e viabilizar suas novas conquistas:

Empréstimo com garantia de imóvel

O empréstimo com garantia de imóvel, ou home equity, como também é conhecido, é uma das modalidades de crédito mais saudáveis do mercado por oferecer uma das menores taxas de juros. Isso ocorre porque o cliente coloca um imóvel como garantia de pagamento da dívida, tornando o risco de inadimplência menor. 

O pré-requisito para essa linha de crédito é que o imóvel esteja com a documentação regularizada e atenda às determinações impostas pela instituição que concederá o empréstimo, como estar em um território regular e em boas condições.

Em geral, o valor a ser emprestado pode ser de até 60% do valor do imóvel. Para ter uma ideia, a taxa média do empréstimo com garantia de imóvel da Creditas começa em 0,99% ao mês. 

Empréstimo com garantia de veículo 

Os que não têm um imóvel mas possuem um automóvel podem usufruir dos benefícios do empréstimo com garantia de veículo. Neste caso, o contratante coloca o carro como garantia de pagamento para acessar uma linha de empréstimo com taxas menores. A concessão de crédito do empréstimo com garantia de automóvel é bem parecida com a de imóvel - e o prazo para pagamento pode chegar até a 60 meses.

Nesta operação, é necessário realizar uma vistoria no veículo, geralmente feita por uma empresa terceirizada, que verificará as condições do seu carro e o seu valor. A quantia a ser liberada está sujeita a uma análise de crédito. Na Creditas, a taxa para quem oferece o veículo como garantia do pagamento fica a partir de 1,49% ao mês.

Leia também | Refinanciamento: o que é, como funciona e onde fazer

Empréstimo consignado 

Não é raro aposentados e pensionistas do INSS optarem pelo crédito consignado quando precisam de dinheiro emprestado. O que muita gente não sabe, porém, é que essa modalidade também está disponível para funcionários de empresas privadas, contratados em regime CLT.

No empréstimo consignado privado as parcelas são descontadas automaticamente do salário. Por este motivo, o risco de inadimplência também é reduzido o que reduz significativamente a taxa de juros. A Creditas oferece o crédito com taxa a partir de 1,19% ao mês.

Leia também | O que é empréstimo consignado? Entenda como esse crédito funciona

Depois de conhecer diferentes modalidades de crédito e entender como funcionam as taxas de juros praticadas em diversas instituições financeiras, você já está mais preparado para tomar a melhor decisão quando precisar de um empréstimo. Ficou com alguma dúvida sobre o assunto? Pergunte para a gente nos comentários! 

Newsletter

Exponencial

Assine a newsletter e fique por dentro de todas as nossas novidades.

Nome
E-mail

Ao assinar a newsletter, declaro que concordo com a Política de privacidade da Creditas.

Publicações recentes

Meu negócio

Como fazer declaração do MEI: passo a passo

4 minutos de leitura