Revolucionando o empréstimo no Brasil
Use seu carro como garantia de novas conquistas
Use seu carro como garantia de novas conquistas
Crédito e empréstimo

Dinheiro emprestado: 6 formas seguras de conseguir

Quem nunca precisou de dinheiro emprestado? Descubra como ter acesso a esse capital extra, sem ter que pedir para um parente ou amigo
Escrito por Portal Exponencial em 10.05.2018 | Atualizado em 15.07.2020
  • 0 Likes

Quem nunca se desesperou com os boletos chegando e a conta bancária diminuindo? Isso não acontece apenas com os custos recorrentes, mas também quando se passa por uma situação emergencial e inesperada. Nesses momentos, conseguir dinheiro emprestado pode ser necessário para evitar se endividar e ficar com o nome negativado. 

Se alguém da sua família estiver com problemas de saúde, se seu carro quebrar, se você for demitido repentinamente e não tiver uma reserva de emergência para ajudar neste momento de turbulência financeira, pegar dinheiro emprestado pode realmente se tornar imprescindível. 

A boa notícia é que é possível ter acesso à essa quantia necessária de forma segura. Mas, para evitar que a dívida se torne uma bola de neve, você deve escolher um recurso que consiga pagar depois e tomar alguns cuidados na hora de pegar dinheiro emprestado.

Quando pedir dinheiro emprestado?

Esse tipo de recurso pode ajudar em inúmeras situações. Mas, existem alguns casos específicos em que o dinheiro emprestado pode ser a única solução rápida. Confira:

  • Emergências: muitas vezes, as pessoas entram no limite pré-aprovado do cheque especial ou no rotativo do cartão de crédito para conseguir arcar com os custos de uma emergência. Porém, essas são opções bastante caras. Os juros são altíssimos e sai mais barato você pesquisar outras linhas de empréstimo que caibam no seu bolso.
  • Quitar dívidas: apesar do dinheiro emprestado representar um novo débito, você pode optar por uma linha mais barata que as taxas pagas em outras dívidas. Além disso, é uma chance de concentrar valores diferentes em um só, lidar com apenas uma taxa de juros e uma instituição.
  • Sonhos e projetos pessoais: se você não aguenta mais adiar seus planos por falta de capital, essa pode ser uma boa oportunidade de tirá-los do papel. Pode ser a chance de fazer aquela viagem dos sonhos, pagar um curso caro, reformar sua casa e até abrir um negócio.

Leia também: Como abrir um negócio: passo a passo para realizar o seu projeto

Onde buscar empréstimo de dinheiro 

É possível ter acesso a dinheiro emprestado em inúmeras instituições. Hoje em dia não apenas bancos e financeiras oferecem o recurso. Novas empresas têm surgido e inovado bastante o mercado para facilitar o acesso dos brasileiros ao crédito. Esse é justamente o objetivo das fintechs de empréstimo, empresas especializadas em finanças, que usam a tecnologia para melhorar a sua experiência. Boa parte do processo de contratação pode ser realizado online, economizando tempo e dinheiro.

Além delas, cooperativas também concedem crédito para quem precisa de dinheiro emprestado. Estas estão conveniadas com empresas e, no caso de profissionais liberais, com órgãos de classe e sindicatos.

Ainda para descobrir como pegar dinheiro emprestado, é possível pode recorrer a buscadores de crédito, como o eCred, que comparam empréstimos e empresas. Dessa forma, tem acesso às taxas, prazos e valores oferecidos por cada uma.

Ou ainda, fazer uma simulação de empréstimo agora mesmo e comparar taxas de juros das principais modalidades de empréstimo. 

Como conseguir dinheiro emprestado? 6 formas seguras

Existem alguns caminhos possíveis para obter o dinheiro emprestado sem correr riscos ou pagar juros altíssimos. É fundamental comparar as taxas e as condições de pagamento em geral para evitar pagar parcelas caras, com juros abusivos

Muitas vezes, uma modalidade parece atrativa pela facilidade com que você consegue o dinheiro, mas você acaba contraindo uma dívida com prestações exorbitantes.

Confira, abaixo, seis possibilidades para conseguir dinheiro emprestado:

1. Empréstimo consignado

O empréstimo consignado é voltado para funcionários públicos e de empresa privada, assim como para beneficiários do INSS. Nesse tipo de empréstimo de dinheiro, valor da parcela mensal é descontado diretamente da folha de pagamento.

Essa modalidade de crédito possui taxas baixas, pois utiliza o rendimento salarial como garantia da operação. Por isso, a instituição entende que o risco de inadimplência é menor e oferece melhores condições de pagamento.

2. Empréstimo pessoal

O empréstimo pessoal é destinado apenas à Pessoa Física e costuma ser usado para solicitar valores pequenos, para ser pago em poucos meses. 

O processo para conseguir o dinheiro emprestado costuma ser rápido por não envolver muitos trâmites e exigências. Se for aprovado, o valor é liberado na conta corrente em poucos dias.

No entanto, essa modalidade de crédito possui um dos juros mais caros do mercado. Por isso, embora seja rápido de conseguir, o preço final do empréstimo pode não ser vantajoso. O ideal, então, caso você opte por fazer um empréstimo de dinheiro nessa modalidade, é saldar a dívida o mais rápido possível. 

3. Empréstimo com garantia

O empréstimo com garantia oferece condições de pagamento fora da média do mercado. Os juros são mais baixos e os prazos são mais longos. Isso ocorre por que ao colocar um bem como garantia de quitação de um empréstimo de dinheiro o risco da inadimplência diminui. Assim, as taxas de juros dessa modalidade estão entre as mais vantajosas do mercado. 

Para ter acesso, o pagamento deve ser assegurado para a instituição por meio de uma garantia, um imóvel, um carro ou até mesmo o salário. O bem próprio fica em alienação fiduciária. Ou seja, atrelada à instituição como garantia de pagamento do contrato de empréstimo de dinheiro. Mas o proprietário do bem pode continuar usando-o como quiser.

Nessa situação, a empresa tem mais segurança de que será paga e, portanto, consegue oferecer as menores taxas e prazos extensos. Além disso, você tem acesso a elevadas quantias. Mas, esse valor varia de acordo com o valor do imóvel ou veículo e do quanto sua renda já está comprometida com dívidas. 

É indicado justamente para quem precisa de dinheiro emprestado, seja para trocar dívidas caras por uma mais barata, ou realizar grande sonhos, como reformar a casa, estudar e até mesmo viajar.  

4. Antecipação do 13º

Nessa situação, você recebe imediatamente o décimo terceiro salário dos bancos, mas são cobrados juros por isso. Ou seja, funciona como um empréstimo. Porém, a quantia vai variar de acordo com as regras de cada banco - geralmente o limite gira em torno de 80% do total. É muito útil se você precisa pagar um bem à vista, por exemplo, e se as taxas cobradas forem menores do que as do parcelamento. Sem contar que a antecipação pode resolver situações inesperadas e para as quais você não tem dinheiro.

Mas, lembre-se de que no fim do ano você não terá essa quantia para gastar. E, atenção, mesmo que o 13º não seja pago até a data prevista no contrato, o banco desconto o valor dentro do prazo. Por isso, planeje-se e organize as finanças para conseguir viver sem essa parcela nos meses seguintes e, principalmente, se a empresa onde trabalha não depositar em dia.

5. Antecipação do Imposto de Renda

Você também pode solicitar um adiantamento da restituição do IR. Para isso, existe um tipo de empréstimo no banco, que costuma ter taxas baixas. Muitos solicitam com a finalidade de trocar uma dívida com juros altos por uma mais barata. Por exemplo, é uma chance de conseguir dinheiro emprestado para se livrar do cheque especial e do rotativo do cartão.

No entanto, na maioria das vezes, o valor é debitado automaticamente pelo banco quando a restituição entra na sua conta corrente. Então, se você não tiver saldo suficiente em conta, isso pode gerar uma nova dívida e atrapalhar ainda mais suas finanças.

Se o contribuinte corrigir a declaração, o total do imposto também é modificado. Mas, a instituição considera o valor do momento da contratação do crédito. Portanto, se depois a restituição for menor, você deverá arcar com os custos adicionais.  

6. Amigos ou família

Pode ser mais complicado pedir dinheiro emprestado a pessoas próximas de você do que em uma instituição financeira. Muitas vezes, torna-se uma situação constrangedora tanto para quem solicita quanto para que empresta.

Fica mais difícil cobrar outra pessoa se você tem intimidade com ela e não tem um documento formalizando a transação. Para evitar constrangimentos, calotes e fim de amizade, o ideal é formalizar tudo em um contrato, por mais que vocês já se conheçam. Você ainda pode solicitar uma garantia de pagamento, como um cheque ou nota promissória.

Dessa forma, as duas partes ficam seguras. Afinal, ninguém quer perder o relacionamento que tem, não é? Sem contar que, se o dinheiro for também de outros membros da sua família, é importante consultá-los antes de emprestar.

Cuidados na hora de pegar dinheiro emprestado

Quando as contas não fecham e o desespero surge a chance de fazer um mal negócio é imensa. Portanto, confira algumas dicas para pegar dinheiro emprestado com segurança, sem cair em armadilhas.

1. Procure uma instituição de confiança

Antigamente, quem precisava de empréstimo de dinheiro recorria ou aos bancos tradicionais ou a agiotas, pessoas físicas que emprestam dinheiro e cobram juros altíssimos pela operação. Onde conseguir dinheiro emprestado era, portanto, uma questão não muito simples de se resolver, já que os produtos bancários também repassam grandes custos para o cliente. 

Hoje, como explicamos anteriormente, existe uma variedade de modalidades de crédito e de empresas que oferecem empréstimo de dinheiro de forma mais vantajosa. Mas há outro grande perigo na hora de pegar dinheiro emprestado: as fraudes

Por isso, é muito importante procurar por instituições confiáveis, regulamentadas pelo Banco Central. E seguir algumas dicas de segurança, como consultar sobre a reputação da empresa em órgãos públicos, como o Procon, e em sites de reclamação, como o Reclame Aqui, e nunca fazer pagamentos antecipados.

2. Atenção ao contrato de empréstimo de dinheiro

Depois que você pesquisou e escolheu a instituição com a qual irá pegar dinheiro emprestado, é muito importante ler com atenção o contrato de empréstimo de dinheiro. Cuidado com as “letrinhas pequenas”, confira o Custo Efetivo Total da operação, e muita atenção com as taxas aplicadas no seu empréstimo,  para não sofrer com  juros abusivos e acabar ficando mais endividado. 

3. Calcule parcelas que caibam no seu bolso

Muitas vezes, na urgência de conseguir dinheiro emprestado, as pessoas aceitam a primeira proposta que recebem. Pesquise muito antes de fechar seu contrato e faça um cálculo minucioso da sua vida financeira, para descobrir quanto de sua renda é possível comprometer mensalmente para o pagamento do empréstimo.

Os especialistas recomendam não comprometer mais do que 30% dos seus rendimentos com prestações. Assim, é possível evitar ficar endividado e retornar ao equilíbrio financeiro o mais rápido possível. 

4. Planejamento financeiro

Embora o dinheiro emprestado possa te ajudar em várias situações, o ideal é pegar apenas a quantia necessária para a emergência, e então quitar rapidamente o empréstimo. Não adianta resolver seu problema financeiro só este mês e, no próximo, acumular uma dívida enorme que vai continuar apertando seu orçamento. 

Para isso, planejamento e organização são essenciais. Aproveite este momento para começar a  utilizar uma planilha de gastos, na qual é possível listar todas as suas despesas e descobrir onde está ocorrendo o desequilíbrio. 

Não é necessário ter medo de pegar dinheiro emprestado, o empréstimo saudável é muito positivo para restabelecer o equilíbrio financeiro. Mas é importante reorganizar as contas e cuidar atentamente de todos os custos, assim você terá mais tranquilidade para seguir com projetos e sonhos. 

Agora que você já tirou suas dúvidas sobre dinheiro emprestado, não deixe de compartilhar suas experiências nos comentários. E continue acompanhando os conteúdos sobre finanças e economia do Portal Exponencial.

Receba conteúdos exclusivos
Não perca nenhuma novidade, assine nossa newsletter.
Carregando...
  • 0 Likes
Portal Exponencial

Escrito por Portal Exponencial

Portal Exponencial

Comentários [0]

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

Comentário enviado com sucesso!
Erro ao enviar comentário. Por favor, tente novamente.
Revolucionando o empréstimo no Brasil

Quem somos

As transformações do mundo exigem cada vez mais de nós. Mais funções, mais responsabilidades, mais conhecimento. Mais, mais e mais. Mas o que Creditas e Exponencial têm a ver com isso?

Somos movidos por fazer a diferença na vida das pessoas. Se vivemos o tempo das informações ilimitadas, é nossa função criar e filtrar diferentes conteúdos aos nossos leitores, para que o conhecimento financeiro deles cresça exponencialmente.

Exponencial. Informação é fonte de crescimento.

A Creditas é uma plataforma digital que atua como correspondente bancário para facilitar o processo de contratação de empréstimos. Como correspondente bancário, seguimos as diretrizes do Banco Central do Brasil, nos termos da Resolução nº. 3.954, de 24 de fevereiro de 2011.

Creditas Soluções Financeiras Ltda. é uma sociedade limitada registrada sob o CNPJ/MF 17.770.708/0001-24, com sede na Av. Engenheiro Luís Carlos Berrini, 105, 12º andar Itaim Bibi, São Paulo – SP, 04571-010