• Simule seu crédito

    Simule seu crédito

    • Empréstimo com veículo em garantia
    • Empréstimo com imóvel em garantia
    • Empréstimo consignado
    Mais praticidade? Baixe nosso app:
  • Soluções

    Soluções

    • Imóveis
    • Reforma
    • Venda
    • Troca
    • Carros

    • Financiamento de carros
    • Loja de carros
    Mais praticidade? Baixe nosso app:
  • Store

    Store

    Mais praticidade? Baixe nosso app:
  • Empresas
  • Ajuda
Mais praticidade? Baixe nosso app:
  • Controle financeiro
  • Realizando sonhos
  • Saia do Vermelho
  • Me explica Creditas
  • Tudo sobre Crédito
  • Meu negócio
  1. Home

  2. Controle Financeiro

Controle Financeiro

Antecipação de salário: como funciona esse benefício?

Para cobrir o saldo negativo da conta ou atender imprevistos, a antecipação de salário é uma opção para conseguir dinheiro rapidamente. Entenda como funciona esse serviço

por Flávia Marques

Atualizado em 11 de fevereiro, 2021

Quando o pagamento não dura até o fim do mês ou um imprevisto acontece, há uma solução para ter dinheiro na conta antes da chegada do próximo holerite: a antecipação de salário. Mas, afinal, como funciona o adiantamento salarial? 

Como o próprio nome sugere, esse serviço permite que o trabalhador receba parte do seu pagamento do mês seguinte de forma adiantada. Depois, o valor antecipado é descontado no contracheque. A seguir, vamos explicar mais detalhes sobre como isso funciona. 

O que é a antecipação de salário? 

A antecipação de salário, também chamada de adiantamento salarial, possibilita que o profissional antecipe o recebimento de diárias já trabalhadas. Por isso, o serviço não é considerado como um empréstimo: ao solicitar o adiantamento de salário, o trabalhador tem acesso a um dinheiro que já é seu e não precisa contrair uma dívida. 

O adiantamento não é um benefício corporativo obrigatório de acordo com a legislação, mas muitas empresas o oferecem de forma estratégica para ajudar seus colaboradores a resolverem seus problemas financeiros. 

Como funciona o adiantamento salarial? 

Nas companhias que disponibilizam essa opção, o adiantamento permitido varia entre 20 e 40% do valor do salário do colaborador. Na prática, o valor que pode ser sacado por cada colaborador sempre leva em consideração o valor do seu salário, o limite de 40% e os dias trabalhados. Seguindo essa lógica, um funcionário que trabalhou por 10 dias em um mês que tem 30 dias, por exemplo, já pode receber até um terço (33%) do seu pagamento mensal antecipadamente. 

Normalmente, a antecipação de salário é solicitada quando o colaborador entra em contato com o departamento de RH da própria empresa ou por meio de uma plataforma conveniada à sua empregadora, que já possui os dados de todos os funcionários da companhia. Neste caso, o profissional geralmente faz uma simulação e, em seguida, solicita quantas diárias quer antecipar. 

Depois que o pedido é processado pela empresa responsável pelo serviço, um contrato é gerado. Após a assinatura do solicitante, o dinheiro usualmente cai na conta em até dois dias e o valor adiantado será descontado na folha de pagamento lançada pelo RH no mês seguinte. 

Vale lembrar que o dinheiro só pode ser depositado em uma conta bancária associada ao CPF do próprio colaborador, sendo uma conta corrente de pessoa física. 

Na prática: como calcular o adiantamento salarial disponível?

As políticas de contratação de antecipação de salário variam de uma empresa para a outra, mas o processo é parecido em todas elas. Para entender como funciona o cálculo de adiantamento salarial, vamos apresentar um exemplo. 

Imagine que o salário líquido (que é o valor que realmente cai na conta, após os descontos) de um colaborador corresponde a 3 000 reais mensais. Passados 15 dias desde o último pagamento, esse funcionário já trabalhou metade de um mês. Isso significa que ele já tem o equivalente a 50% do seu salário para receber ou 1 500 reais. 

Neste dia, ele descobre que precisa de 1 000 reais para pagar uma despesa que estava fora do seu planejamento, mas está sem saldo na conta corrente. Neste caso, ele poderia optar por pedir o adiantamento de um terço do seu salário, ou seja, o equivalente a 10 dias de trabalho. Assim, ele receberia exatamente os 1 000 reais de que precisava para saldar a dívida. 

Para efeitos de comparação, vamos supor que, em vez de antecipar parte do salário, o colaborador decidisse usar o limite do cheque especial, que tem juros de 8% ao mês, até a data do próximo pagamento. Depois de apenas 15 dias, a sua dívida com o banco cresceria para 1 040 reais. Ao optar pela antecipação de salário, ele ficaria isento de juros e economizaria 40 reais.  

Essa, aliás, é uma das grandes vantagens do adiantamento: evitar que o consumidor utilize as linhas de crédito mais caras do mercado para cobrir os débitos em sua conta bancária. De acordo com o levantamento mais recente do Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil), 40% dos consumidores têm o hábito de usar o limite do cheque especial e pagar os juros envolvidos nessa modalidade todos os meses. 

Entre as pessoas das classes C, D e E, esse número chega a 48%. Na pesquisa, 25% dos brasileiros entrevistados declararam que entraram no cheque especial para pagar compras ou lidar com imprevistos. 

Vantagens 

A possibilidade de adiantar o recebimento de parte do salário traz alguns benefícios. Por se tratar de um serviço de fácil contratação, a antecipação permite que o trabalhador consiga um dinheiro extra no mês de forma simples e rápida. Assim, é possível usar o dinheiro para atender necessidades mais imediatas sem precisar recorrer a opções de crédito com juros abusivos.

Além disso, como já mencionamos, o adiantamento salarial não representa uma dívida. Isso significa que, depois da contratação e recebimento do dinheiro, o contratante não terá que se preocupar com o pagamento de mais uma conta. 

O valor adiantado pode ser usado para diferentes finalidades, como o trabalhador desejar. Na maioria dos casos, quem solicita a antecipação de salário usa o dinheiro para cobrir o saldo negativo da conta e escapar dos juros do limite pré-aprovado ou para pagar uma despesa que surgiu ao longo do mês. No entanto, outros ainda preferem receber uma parte do pagamento antecipadamente para conseguir algumas vantagens, como comprar um item importante e conseguir um bom desconto à vista ou aplicar o valor na sua reserva de emergência e fazer o seu dinheiro render por mais tempo, por exemplo.  

Cuidados importantes 

Apesar de não contrair uma dívida, quem solicita a antecipação do salário precisa ficar atento a algumas questões para não prejudicar o seu orçamento. Antes de qualquer coisa, é importante lembrar que o valor antecipado será descontado no próximo contracheque e, sem um planejamento financeiro, pode fazer falta para arcar com as despesas do mês seguinte à contratação. 

Além disso, a praticidade da operação pode acabar fazendo da antecipação de salário uma forma de “tapar buracos” e mascarar outros problemas relacionados ao planejamento e gestão das finanças. Se frequentemente falta dinheiro na conta antes do próximo pagamento, é hora de olhar para as finanças com mais cuidado para não ser surpreendido no fim do mês pela falta de recursos. 

O consumidor que conhece sua relação de receitas e despesas está menos propenso a fazer dívidas caras para cobrir rombos no orçamento. Além disso, ele está mais preparado tanto para traçar planos de longo prazo como para agir em uma situação de imprevisto, como um gasto inesperado de alto valor ou a perda do emprego. 

Se você está entre os consumidores que todos os meses precisam de dinheiro extra para pagar as contas, coloque os seus gastos no papel — inclusive os menores, que passam despercebidos no dia a dia — para descobrir a origem do problema e o que pode ser feito para sair dele: é preciso cortar gastos? Quais atitudes adotar para guardar mais dinheiro? 

Organize as suas finanças para, aos poucos, construir uma reserva de emergência mais robusta. Lembre-se que nem sempre o valor da antecipação de salário será suficiente para cobrir imprevistos mais caros, e estar preparado para esse tipo de situação evita complicações financeiras. 

Mas, se uma emergência chegar e a sua reserva ainda não for suficiente para arcar com os seus custos, considere a contratação de um empréstimo saudável, com juros mais baixos — como o refinanciamento de imóvel, o refinanciamento de veículo ou o empréstimo consignado. Por se tratarem de modalidades que envolvem uma garantia para a instituição financeira, essas opções têm um risco mais baixo de inadimplência e, por isso, contam com taxas mais atrativas. 

Entendeu como funciona o adiantamento salarial e quais são as vantagens desse serviço? Se ficou com alguma dúvida sobre o assunto, conte para a gente nos comentários!

Newsletter

Exponencial

Assine a newsletter e fique por dentro de todas as nossas novidades.

Nome
E-mail

Ao assinar a newsletter, declaro que concordo com a Política de privacidade da Creditas.

Publicações recentes

Meu negócio

Como fazer declaração do MEI: passo a passo

4 minutos de leitura