• Simule seu crédito

    Simule seu crédito

    • Empréstimo com veículo em garantia
    • Empréstimo com imóvel em garantia
    • Empréstimo consignado
    Mais praticidade? Baixe nosso app:
  • Soluções

    Soluções

    • Imóveis

    • Empréstimo com garantia
    • Aluguel
    • Financiamento
    • Seguro Casa
    • Carros

    • Empréstimo com garantia
    • Financiamento de carros
    • Seguro Auto
    Mais praticidade? Baixe nosso app:
  • Seguros

    Seguros

      Soluções de seguros para proteger suas conquistas. Cote online, compare preços e economize com a maior corretora online do país, a Minuto Seguros, uma empresa Creditas.

    • Para você

    • Auto
    • Casa
    • Viagem
    • Vida
    • Acidentes Pessoais
    • Mais seguros para empresas
    Mais praticidade? Baixe nosso app:
  • Benefícios corporativos
  • Ajuda
Mais praticidade? Baixe nosso app:
  • Controle financeiro
  • Realizando sonhos
  • Saia do Vermelho
  • Me explica Creditas
  • Tudo sobre Crédito
  • Meu negócio
  1. Home

  2. Me explica Creditas

Me explica Creditas

Tabela do Imposto de Renda 2024: faixas, alíquotas e como calcular

Veja faixas, alíquotas e como calcular o quanto você pagará de Imposto de Renda no ano de 2024.

por Leonardo Cruz

Postado em 5 de julho, 2024

Tabela do Imposto de Renda 2024: faixas, alíquotas e como calcular

Na noite da terça-feira (6) o Governo publicou uma Medida Provisória (MP) isentando do Imposto de Renda quem ganha até  dois salários mínimos. Dessa forma, quem ganha até R$ 2.824 está isento de impostos.

Antes, o teto de isenção era de R$ 2.640 (R$ 2112,00 + R$ 528 de desconto simplificado na fonte). Segundo projeções da Receita Federal, essa mudança fará com que 15,8 milhões de contribuintes pessoas físicas deixem de pagar o IR.

Continue lendo para entender todas as mudanças na tabela do Imposto de Renda 2024.

Precisando de crédito para realizar seus objetivos?

Use seu carro ou imóvel para ter crédito rápido e seguro com juros a partir de 1,49% ao mês e até 60 meses para pagar.

Simule agora

Para facilitar sua jornada, os principais tópicos sobre o tema são:

Mudanças na tabela do IR em 2024

Uma MP do Governo  elevou o limite de aplicação da alíquota zero para R$ 2.259,20, um correção de 6,97%.  Dessa forma, estão isentos de pagamento de Imposto de Renda quem recebe até dois salários mínimos por mês, a partir do mês de fevereiro do ano-calendário de 2024.

A nova faixa passa a valer em fevereiro de 2024. Vale destacar que esse aumento não vale para a declaração do ano-base 2023 que começa a ser feita em março.

Como funciona a tabela do IR

O Imposto de Renda é um tributo federal obrigatório para os contribuintes que possuem rendimentos acima de determinado valor anual.

A alíquota de Imposto de Renda variam conforme a renda do contribuinte, então é possível utilizar a tabela do IR serve para entender seu imposto.

Continue lendo para conhecer as três informações básicas para entender o valor do seu imposto.

Base de cálculo mensal

Veja abaixo a tabela para a base de cálculo mensal  a partir de fevereiro de 2024.

Base de Cálculo (R$) Alíquota (%) Dedução do IR (R$)
Até R$ 2.259,20 zero zero
De R$ 2.259,21 até R$ 2.826,65 7,5% R$ 169,44
De R$ 2.826,66 até R$ 3.751,05 15% R$ 381,44
De R$ 3.751,06 até R$ 4.664,68 22,5% R$ 662,77
Acima de R$ 4.664,68 27,5% R$ 896,00

Fundos de longo prazo e aplicações de renda fixa em geral

Veja abaixo a tabela para Fundos de longo prazo e aplicações de renda fixa em geral.

Alíquota Prazo
22,5% até 180 dias
20,0% de 180 a 360 dias
17,5% de 361 a 720 dias
15,0% acima de 720 dias

Fonte: Ministério da Fazenda.

Fundos de curto prazo

Veja abaixo a tabela para Fundos de curto prazo.

Alíquota Prazo
22,5% até 180 dias
20,0% acima de 180 dias

Fonte: Ministério da Fazenda.

Participação nos Lucros ou Resultados

Veja abaixo a tabela para Participação nos Lucros ou Resultados a partir de fevereiro de 2024.

PLR anual Alíquota Dedução
De R$ 0,00 a R$ 7.640,80 - -
De R$ 7.640,81 a R$ 9.922,28 7,5% R$ 573,06
De R$ 9.922,29 a R$ 13.167,00 15,0% R$ 1.317,23
De R$ 13.167,01 a R$ 16.380,38 22,5% R$ 2.304,76
Acima de R$ 16.380,38 27,5% R$ 3.123,78

Fonte: Ministério da Fazenda.

Remessas ao exterior

Veja abaixo a tabela para Remessas ao exterior.

Alíquota Tipo
25% rendimentos do trabalho, aposentadoria, pensão por morte ou invalidez e os da prestação de serviços, pagos, creditados, entregues, empregados ou remetidos a não residentes
15% demais rendimentos de fontes situadas no Brasil

Outros rendimentos

Veja abaixo a tabela para Outros rendimentos.

Alíquota Tipo
30% prêmios e sorteios em dinheiro
20% prêmios e sorteios sob a forma de bens e serviços
1,5% serviços de propaganda e remuneração de serviços profissionais

Fonte: Ministério da Fazenda.

Tire suas dúvidas

Veja abaixo as respostas para as principais dúvidas sobre a tabela do Imposto de Renda.

O que é alíquota?

A alíquota é a taxa percentual usada para calcular o valor de um imposto. No Imposto de Renda, diferentes alíquotas são aplicadas conforme a faixa de renda do contribuinte.

O que é parcela a deduzir?

A "parcela a deduzir" é um valor fixo subtraído do cálculo do Imposto de Renda após a aplicação da alíquota sobre a base de cálculo.

Esse mecanismo permite ajustar o valor do imposto devido, tornando o sistema tributário mais progressivo. Em outras palavras, ele ajuda a suavizar a carga tributária, especialmente para aqueles que estão nas faixas de renda mais baixas.

O que é alíquota efetiva?

A alíquota efetiva do Imposto de Renda é a porcentagem que será realmente aplicada sobre o valor total de seus rendimentos.

Diferente da alíquota nominal, porcentagem prevista nas tabelas acima, ela varia conforme despesas dedutíveis, doações realizadas, dependentes e outras informações inseridas na declaração anual.

Para fazer o cálculo da alíquota efetiva do IR você pode utilizar a calculadora de alíquota efetiva do imposto de renda, disponível no site da Receita Federal.

Como funciona a tabela progressiva de IR?

A tabela progressiva de Imposto de Renda estabelece faixas de renda e alíquotas de imposto correspondentes, ou seja, quanto maior a renda, maior será a alíquota aplicada.

A atual tabela progressiva de Imposto de Renda conta com cinco faixas de renda, que vão desde isenção até uma alíquota máxima de 27,5%.

Veja abaixo a tabela progressiva mensal do IRPF, já com o desconto aplicado ao salário:

 

Rendimento mensal Alíquota Dedução
Até R$ 2.259,20 Zero Zero
De R$ 2.259,21 até R$ 2.826,65 7,5% R$ 169,44
De R$ 2.826,66 até R$ 3.751,05 15% R$ 381,44
De R$ 3.751,06 até R$ 4.664,68 22,5% R$ 662,77
Acima de R$ 4.664,68 27,5% R$ 896,00

Fonte: Ministério da Fazenda

Um trabalhador que ganhe R$ 3.500 por mês terá uma alíquota de imposto de 15%, o que resulta num imposto a ser pago de R$ 354,80 mensais.

O que é e como funciona a tabela regressiva de IR?

Na tabela regressiva de Imposto de Renda é uma forma de tributação onde a alíquota diminui ao longo do tempo.

Essa tabela é indicada para investimentos de longo prazo, como previdência privada e outros produtos financeiros que possuem um período de carência maior. Neste caso, quanto maior o tempo de investimento, menor será o imposto.

Veja abaixo os valores da tabela regressiva:

Prazo de acumulação Alíquota retida na fonte
Até 2 anos 35%
De 2 anos até 4 anos 30%
De 4 anos até 6 anos 25%
De 6 anos até 8 anos 20%
De 8 anos até 10 anos 15%
Acima de 10 anos 10%

Se um contribuinte investir em um plano de previdência privada por um período de 2 anos, a alíquota do será de 35%. Se ele optar por investir por um período de 25 anos, a alíquota do imposto será reduzida para 10%.

Qual é a tabela do IR para investimentos financeiros?

Como seus investimentos trazem um ganho de capital, alguns deles estão sujeitos a cobrança de IR. A vantagem dos investimentos é o valor da alíquota diminui para quem fez investimentos por mais tempo.

A porcentagem da alíquota cobrada é definida pelo tempo de aplicação conforme tabela abaixo:

Tempo de aplicação Alíquota de IR aplicada sobre o rendimento da aplicação
Entre 0 e 180 dias 22,5%
Entre 181 e 360 dias 20%
Entre 361 e 720 dias 17,5%
Mais de 720 dias 15%

Qual é a tabela regressiva do Imposto de Renda do CDB?

O CDB (Certificado de Depósito Bancário) é um título de renda fixa emitido por bancos com o intuito de atrair capital para financiar atividades do emissor. Todos os CDBs estão sujeitos ao Imposto de Renda, por isso, é importante você ficar atento a isso na hora de investir.

Você pode conferir a tabela regressiva do IR do CDB abaixo:

Tempo de aplicação Alíquota de IR aplicada sobre o rendimento da aplicação
Entre 0 e 180 dias 22,5%
Entre 181 e 360 dias 20%
Entre 361 e 720 dias 17,5%
Mais de 720 dias 15%

Quando foi o último reajuste da tabela do IR?

O último reajuste da tabela do Imposto de Renda aconteceu no ano de 2024. Antes disso, o último reajuste da tabela do IR ocorreu em 2015 (Lei 13.149/15)

Fonte: Agência Câmara de Notícias

Agora que você já sabe como declarar o Imposto de Renda, compartilhe com quem ainda tem dúvidas de como fazer a declaração.

Cadastre-se na nossa Newsletter e receba mais conteúdos como esse diretamente no seu e-mail.

Newsletter

Exponencial

Assine a newsletter e fique por dentro de todas as nossas novidades.

Nome
E-mail

Ao assinar a newsletter, declaro que concordo com a Política de privacidade da Creditas.

Publicações recentes

Me explica Creditas

Domicílio Eletrônico Trabalhista (DET): saiba o que é, o prazo e como cadastrar