• Simule seu crédito

    Simule seu crédito

    • Empréstimo com veículo em garantia
    • Empréstimo com imóvel em garantia
    • Empréstimo consignado
    Mais praticidade? Baixe nosso app:
  • Soluções

    Soluções

    • Imóveis

    • Empréstimo com garantia
    • Aluguel
    • Financiamento
    • Seguro Casa
    • Carros

    • Empréstimo com garantia
    • Financiamento de carros
    • Seguro Auto
    Mais praticidade? Baixe nosso app:
  • Seguros

    Seguros

      Soluções de seguros para proteger suas conquistas. Cote online, compare preços e economize com a maior corretora online do país, a Minuto Seguros, uma empresa Creditas.

    • Para você

    • Auto
    • Casa
    • Viagem
    • Vida
    • Acidentes Pessoais
    • Mais seguros para empresas
    Mais praticidade? Baixe nosso app:
  • Benefícios corporativos
  • Ajuda
Mais praticidade? Baixe nosso app:
  • Controle financeiro
  • Realizando sonhos
  • Saia do Vermelho
  • Me explica Creditas
  • Tudo sobre Crédito
  • Meu negócio
  1. Home

  2. Controle Financeiro

Controle Financeiro

O que é CDB com liquidez diária: entenda e saiba como investir

O CDB com liquidez diária representa uma das mais seguras modalidades de investimento. Saiba mais nesta matéria!

por Leonardo Cruz

Atualizado em 16 de agosto, 2023

O que é CDB com liquidez diária: entenda e saiba como investir

Quer saber o que é CDB com liquidez diária? Então você está no lugar certo. Nesta matéria, você vai entender como funciona esse investimento, possíveis riscos e como investir. Acompanhe!

Investimento é um tema ainda cheio de complexidade para muitos brasileiros, seja por conta do desconhecimento em relação ao assunto ou mesmo a dificuldade em poupar dinheiro e se organizar financeiramente.

Precisando de crédito para realizar seus objetivos?

Use seu carro ou imóvel para ter crédito rápido e seguro com juros a partir de 1,09% ao mês +IPCA e até 240 meses para pagar.

Simule agora

No entanto, o mercado financeiro se desenvolveu e novos ativos estão disponíveis para pessoas que estão dispostas a ter melhores rendimentos nas aplicações mas ainda não se sentem seguras para entrar em investimentos de maior risco.

Esse é o caso dos Certificados de Depósitos Bancários, o famoso CDB, que atualmente conta com uma característica que tranquiliza boa parte dos poupadores: a liquidez diária, em que é possível resgatar o montante aplicado a qualquer momento. Vamos explicar como ele funciona nos próximos tópicos. Continue acompanhando!

Para facilitar sua leitura, veja os tópicos abordados nesta matéria:

O que é CDB com liquidez diária?

O Certificado de Depósito Bancário  é um título de renda fixa emitido por um banco como forma de captação de recursos. Ele funciona como uma espécie de empréstimo,  que o investidor faz para o banco em troca de uma remuneração.

Quando se fala em CDB com liquidez diária, isso significa que o investidor pode resgatar o valor investido a qualquer momento, desde que haja saldo disponível na conta. Isso é diferente de outros tipos de CDB, que podem ter prazos de carência ou liquidação mais longos, ou seja, o investidor precisa esperar um determinado período de tempo para poder resgatar o dinheiro.

A liquidez diária, sem dúvida, é uma excelente vantagem para o investidor iniciante ou com certa insegurança financeira, já que ele pode acessar o dinheiro a qualquer momento, caso precise, sem ter que esperar por prazos de carência ou liquidação.

No entanto, é importante lembrar que a remuneração dos CDBs com liquidez diária tende a ser menor do que a dos CDBs com prazos mais longos, já que os bancos precisam oferecer uma taxa de juros mais alta para compensar o risco de não conseguir utilizar os recursos por um período maior de tempo.

Como funciona o CDB com liquidez diária?

Como você já viu no tópico anterior, o CDB é um título com liquidez diária e pode ser retirado a qualquer momento, sem que exista qualquer perda no rendimento independente da data que você solicitar o resgate.

Porém, para entender melhor esse tipo de investimento, é importante saber que esse título está diretamente relacionado ao Certificado de Depósito Interbancário, o CDI, que nada mais é do que um título de curtíssimo prazo (um dia) emitido por instituições bancárias. Vamos explicar, no próximo tópico, o conceito de CDI. Acompanhe!

O que é CDI?

O CDI é um título de renda fixa emitido pelas instituições financeiras e utilizado como instrumento de captação de recursos no mercado interbancário. O CDI é considerado um investimento de baixo risco, pois os títulos são emitidos por instituições financeiras e possuem a garantia do Fundo Garantidor de Créditos (FGC). O rendimento do CDI é atrelado à taxa Selic, que é a taxa básica de juros da economia brasileira.

O CDI tem  função de regular o sistema financeiro do Brasil e o Banco Central determina que as instituições bancárias devem encerrar diariamente o caixa em saldo positivo para, dessa forma, assegurar a estabilidade da economia do país.

Este título é considerado de baixo risco e é usado como referência para outros investimentos, como os títulos públicos do governo e os títulos privados de renda fixa emitidos pelas empresas.

O que significa render 100% do CDI?

Isso significa que o investimento rendeu o mesmo que a taxa Selic, que é a taxa básica de juros da economia brasileira utilizada como referência para o CDI. Portanto, se a taxa Selic estiver em, por exemplo, 8% ao ano, e o investimento rendeu 100% do CDI, significa que ele também rendeu 8% ao ano.

Em 2022, a taxa CDI foi de 13,65%. Dessa forma, quem tem dinheiro aplicado neste título recebeu, no mesmo ano, o equivalente aos mesmos 13,65% - sem contar possíveis descontos em impostos ou outras tarifas bancárias.

Como calcular CDI?

Para saber o rendimento do CDI em qualquer período, basta utilizar a calculadora de renda fixa da B3 ou a Calculadora do Cidadão do Banco Central.

Existe risco em investir em CDB?

Os riscos de aplicar seu dinheiro em ativos sempre existem, e podem variar de acordo com o tipo de investimento. Alguns dos riscos associados a investimentos em CDB são:

Risco de crédito: quando você investe em CDB, está emprestando dinheiro para o banco emissor. Se o banco não for capaz de devolver o dinheiro que você emprestou, o seu investimento pode ser prejudicado.

Risco de liquidez: em alguns casos, os CDBs podem ser difíceis de vender antes da data de vencimento. Isso pode ser um problema se você precisar do dinheiro de volta rapidamente.

Risco de taxa de juros: os CDBs costumam ser atrelados à taxa de juros do mercado. Se as taxas de juros subirem, isso pode afetar negativamente os rendimentos dos CDBs.

Risco de inflação: os CDBs costumam pagar juros fixos. Se a inflação for alta, isso pode diminuir o poder de compra do dinheiro que você recebe de volta no final do período do investimento.

Porém, é importante ressaltar que o CDB é um dos investimentos mais seguros entre os que estão disponíveis no mercado, especialmente quando atrelado a instituições bancárias estáveis como os grandes bancos brasileiros. Além disso, os CDBs são cobertos pelo FGC, que é uma associação civil que protege os investidores em caso de falência das instituições financeiras.

Isso significa que, caso o banco para o qual você emprestou dinheiro quebrar, você estará seguro caso tenha investido até R$ 250.000,00.

Ainda assim, é fundamental levar em consideração todos esses riscos ao avaliar a adequação de um investimento em CDB para a sua situação financeira e objetivos de investimento.

Veja também: Como começar a investir? 6 dicas práticas para vencer o medo

Alíquota de Imposto de Renda para CDB

O IR para investimento no CDB seguem uma tabela de renda fixa regressiva, cuja alíquota decresce com o tempo. Veja a tabela a seguir:

 

TEMPO COM O TÍTULO ALÍQUOTA
Até 180 dias 22,5%
De 180 a 360 dias 20%
De 360 a 720 dias 17,5%
A partir de 720 dias 15%

Tipos de liquidez do CDB

Os tipos de liquidez mais comuns nesse tipo de investimento são:

Liquidez diária: é a forma mais líquida de CDB, pois permite que o dinheiro seja resgatado a qualquer momento.

Liquidez semanal: neste tipo de CDB, o dinheiro só pode ser resgatado uma vez por semana, geralmente na sexta-feira.

Liquidez mensal: este tipo de CDB tem um período mínimo de aplicação e permite que o dinheiro seja resgatado apenas uma vez por mês, geralmente no último dia útil.

CDB com liquidez no vencimento: o resgate pode ser feito apenas no vencimento da aplicação. Se você comprar um título com vencimento em 2026, por exemplo, terá o dinheiro disponível apenas nesta data. 

É importante observar que os CDBs com liquidez diária geralmente oferecem taxas de juros menores do que os CDBs com liquidez semanal ou mensal. Isso ocorre porque os bancos oferecem uma remuneração maior para o dinheiro que fica aplicado por um período mais longo de tempo.

Como funciona a rentabilidade dos CDBs

A rentabilidade de um CDB é determinada pelas taxas de juros. Essas taxas são estabelecidas pelo banco emissor e podem ser pré-fixadas ou pós-fixadas.

CDBs pré-fixados: neste tipo de CDB, a taxa de juros é definida no momento da aplicação e não sofre alterações durante o período de aplicação. Isso significa que você sabe exatamente quanto vai receber ao final do período.

CDBs pós-fixados: neste tipo de CDB, a taxa de juros é atrelada a um índice de referência, como a Taxa Selic ou o CDI. Dessa forma, a rentabilidade do seu investimento pode variar de acordo com a variação desses índices.

Além da taxa de juros, outro fator que pode influenciar a rentabilidade de um CDB é o período de aplicação. Em geral, quanto maior o período de aplicação, maior será a rentabilidade do CDB.

5 dicas para investir em CDB

Acha que este investimento é o ideal para você? Aqui estão algumas dicas para investir em CDB com liquidez diária:

Faça uma boa pesquisa 

Antes de investir em qualquer tipo de CDB, é importante pesquisar as diferentes opções disponíveis no mercado e comparar juros e condições. Isso ajudará você a encontrar o melhor CDB para o seu perfil e objetivos de investimento.

Analise o rating do banco

Verifique o rating do banco em que você está considerando aplicar seu dinheiro. Um rating mais alto indica uma instituição financeira mais sólida e menos propensa a quebrar.

Tenha cuidado com a taxa de juros

A taxa de juros é um importante fator a considerar ao escolher um CDB, pois ela afeta o rendimento do seu investimento. Verifique se a taxa de juros oferecida é competitiva em relação às outras opções de investimento disponíveis.

Diversifique seus investimentos

É importante não colocar todo o seu dinheiro em um único investimento, mesmo que seja um CDB com liquidez diária. Considere diversificar seus títulos em várias opções de renda fixa e variável.

Verifique as condições de resgate

Alguns bancos podem cobrar taxas de resgate antecipado ou exigir um período mínimo de aplicação. Certifique-se de entender essas condições antes de investir.

Tenha uma estratégia de investimento

É importante ter uma estratégia de investimento clara e definida antes de começar a investir em CDB. Isso ajudará você a determinar quanto dinheiro investir, por quanto tempo investir e quando resgatar os seus investimentos.

 

Gostou de entender mais sobre CDB com liquidez diária? Então compartilhe este conteúdo com pessoas que você gostaria que entendesse mais sobre esse assunto.

Assine também a newsletter do Portal Exponencial para não perder nenhum conteúdo.

Newsletter

Exponencial

Assine a newsletter e fique por dentro de todas as nossas novidades.

Nome
E-mail

Ao assinar a newsletter, declaro que concordo com a Política de privacidade da Creditas.

Publicações recentes

Me explica Creditas

Deduções Imposto de Renda 2024: o que pode ser deduzido