• Simule seu crédito

    Simule seu crédito

    • Empréstimo com veículo em garantia
    • Empréstimo com imóvel em garantia
    • Empréstimo consignado
    Mais praticidade? Baixe nosso app:
  • Soluções

    Soluções

    • Imóveis

    • Empréstimo com garantia
    • Aluguel
    • Financiamento
    • Seguro Casa
    • Carros

    • Empréstimo com garantia
    • Financiamento de carros
    • Seguro Auto
    Mais praticidade? Baixe nosso app:
  • Seguros

    Seguros

      Soluções de seguros para proteger suas conquistas. Cote online, compare preços e economize com a maior corretora online do país, a Minuto Seguros, uma empresa Creditas.

    • Para você

    • Auto
    • Casa
    • Viagem
    • Vida
    • Acidentes Pessoais
    • Mais seguros para empresas
    Mais praticidade? Baixe nosso app:
  • Benefícios corporativos
  • Ajuda
Mais praticidade? Baixe nosso app:
  • Controle financeiro
  • Realizando sonhos
  • Saia do Vermelho
  • Me explica Creditas
  • Tudo sobre Crédito
  • Meu negócio
  1. Home

  2. Realizando sonhos

Realizando sonhos

FGTS para compra de imóvel: principais dúvidas respondidas agora!

Desvendando as regras e benefícios do FGTS para comprar seu imóvel: tudo o que você precisa saber!

por Leonardo Cruz

Atualizado em 17 de setembro, 2023

FGTS para compra de imóvel: principais dúvidas respondidas agora!

Quer saber como utilizar o FGTS para compra de imóvel? Então você está no lugar certo. Nesta matéria, você vai saber quais são as exigências para utilização do fundo. Confira!

Utilizar o FGTS para compra de imóvel é um dos recursos mais comuns quando decide-se dar esse passo rumo a casa própria. No entanto, por ser um processo cheio de detalhes, é comum surgirem perguntas ao longo do caminho.

Precisando de crédito para realizar seus objetivos?

Use seu carro ou imóvel para ter crédito rápido e seguro com juros a partir de 1,09% ao mês +IPCA e até 240 meses para pagar.

Simule agora

Para esclarecer, nós selecionamos os principais tópicos sobre como usar o fundo de garantia.

Leia esse artigo até o fim e descubra:

O que é FGTS

FGTS (Fundo de Garantia do Tempo de Serviço) é um fundo criado para que o trabalhador possua uma reserva de dinheiro. Em outras palavras, é uma maneira de formar patrimônio. Dessa forma, o saque pode ser realizado apenas em situações especiais previstas por lei, e a compra de imóvel residencial é uma delas.

Além disso, é importante saber que esse saldo equivale, em média, a 8% do salário e é depositado mensalmente pela empresa em uma conta na Caixa Econômica Federal aberta automaticamente com o CPF do trabalhador.

Como utilizar o FGTS para compra de imóvel

É possível acionar o benefício do FGTS nas seguintes condições:

  • Pagamento à vista ou entrada de financiamento na compra de imóvel residencial.
  • Pagamento à vista ou entrada de financiamento na construção de imóvel residencial.
  • Para pagar uma parte do valor das parcelas do financiamento.
  • Para quitar, amortizar ou liquidar saldo devedor, caso tenha realizado empréstimo para a compra.

Condições para usar o FGTS na compra de imóvel

Ao decidir comprar um imóvel utilizando o fundo de garantia é necessário que o comprador preencha os seguintes requisitos:

  • Ter no mínimo três anos de contratação CLT com FGTS ativo. Não há necessidade de que esse período seja contínuo ou na mesma empresa, por exemplo.
  • Caso solicite o saque para pagar parte do valor financiado, é necessário ser titular do financiamento e não possuir parcelas em atraso.
  • Não ser titular de nenhum outro SFH (Sistema Financeiro de Habitação) em aberto.
  • Não ser proprietário, usufrutuário ou cessionário de outro imóvel residencial urbano localizado no mesmo município do imóvel que deseja adquirir.
  • Não é permitido usar o FGTS para quitar imóvel de terceiros, em outras palavras, o nome do titular precisa constar no contrato.

Tipos de imóveis que podem ser comprados com o FGTS

Da mesma forma que o comprador, o imóvel também precisa atender à essas exigências para o uso do saldo:

  • Apenas imóveis financiados pelo Sistema Financeiro de Habitação (SFH).
  • O valor do imóvel não pode ultrapassar R$1,5 milhão.
  • Imóveis destinados apenas a moradia do trabalhador e em área urbana, ou seja, não há a possibilidade de comprar para investimento.
  • Caso o dinheiro seja utilizado para construção, o terreno deve ser de propriedade do trabalhador que irá sacar o FGTS.
  • Imóveis matriculados no RI (Registro de Incorporação do Imóvel), documento que tem como objetivo descrever todos os atributos construtivos do condomínio.
  • Imóveis que não possuam registro de gravame, que ocorre quando o bem ainda não foi totalmente quitado, por exemplo.

Documentos necessários para sacar o FGTS na compra de um imóvel

Documentos do comprador para utilizar o FGTS:

  • Carteira de trabalho;
  • Comprovante de residência (conta de água ou luz);
  • Certidão de nascimento ou casamento;
  • Carteira de identidade;
  • CPF;
  • Extrato da conta do FGTS.

Além disso, é necessário apresentar documentos para comprovar que o imóvel está em situação regular:

  • Certidão de matrícula;
  • Cópia do IPTU.

Abatimento da dívida

Após a aquisição de um imóvel por meio de financiamento, o saldo do FGTS é zerado. No entanto, contanto que o trabalhador permaneça empregado sob o regime da CLT, ele continuará a receber os benefícios e recuperará recursos em sua conta do fundo. O montante acumulado durante os 12 meses subsequentes à aquisição pode ser direcionado para reduzir parte da dívida, permitindo o adiantamento de parcelas. Após 24 meses, torna-se viável utilizar o FGTS para abater uma parte do saldo devedor.

Como sacar o FGTS para a compra de imóvel

O saque relacionado à compra de imóveis é realizado durante a assinatura do contrato de financiamento. Se um trabalhador desejar usar o FGTS para adquirir uma propriedade, ele deve formalizar a solicitação de saque junto ao agente financeiro responsável, que por sua vez notificará a Caixa Econômica Federal.

O agente financeiro é a instituição que o trabalhador escolhe para conduzir seu financiamento, podendo ser, por exemplo, bancos, consórcios ou empresas de crédito imobiliário. Uma vez que a solicitação é aprovada, o valor é transferido diretamente para a conta do vendedor, ou seja, ele é repassado diretamente ao agente financeiro, sem passar pela conta do trabalhador.

Assinatura do contrato de financiamento

Quando a instituição financeira aprovar seu financiamento, você receberá um contrato que precisa ser assinado como comprador do imóvel. Este contrato conterá informações detalhadas sobre as condições de pagamento, o uso do FGTS, a localização do imóvel, as políticas de rescisão e as penalidades por atraso.

Escolha do imóvel

Certifique-se de que o imóvel escolhido está totalmente regularizado, verificando todos os documentos, como matrícula imobiliária, habite-se e comprovações de pagamento de impostos. Garanta que todos os registros estejam atualizados no cartório de registro de imóveis da região onde a propriedade está localizada.

Registro da transação imobiliária

Não é necessário entrar em contato com a Caixa Econômica Federal para verificar a liberação do FGTS. Basta comunicar-se com o vendedor para confirmar o recebimento dos fundos de acordo com o contrato. Após a assinatura do contrato e o registro de todos os documentos em seu nome, você só precisará efetuar o pagamento das prestações mensais para se tornar o proprietário do imóvel.

Para que o FGTS não pode ser usado?

Existem algumas restrições importantes quanto ao uso do FGTS para a aquisição de imóveis. Em primeiro lugar, o FGTS não pode ser utilizado para comprar imóveis comerciais, limitando seu uso a fins residenciais. Além disso, a aquisição de terrenos com o objetivo de construir casas também não está dentro das possibilidades, visto que o fundo visa principalmente a compra de imóveis prontos. Além disso, não é permitido o uso do FGTS para adquirir casas destinadas a familiares, dependentes ou qualquer outra pessoa que não seja o próprio titular da conta do FGTS. Portanto, é fundamental estar ciente dessas restrições ao planejar o uso do FGTS na compra de um imóvel.

Quer saber mais? Então confira o vídeo do canal Fellipe Consórcios para saber o que pode e o que não pode na utilização do FGTS para compra de imóvel. Confira!

Tire suas dúvidas

É possível usar o FGTS para comprar imóvel à vista?

Se você tem um valor alto guardado no FGTS, a melhor opção é retirar esse dinheiro do Fundo e utilizá-lo para comprar o imóvel à vista, sem precisar de financiamento. Mas se isso não for possível, não se preocupe. Mesmo se o montante  do FGTS não for suficiente , você ainda pode usá-lo para ajudar a pagar a entrada do imóvel.

É possível usar FGTS na compra do segundo imóvel?

A primeira condição a ser observada é que você não seja o proprietário de outro imóvel residencial, seja ele já concluído ou em construção, localizado na mesma região metropolitana de seu local de trabalho ou no município onde você reside. Além disso, o novo imóvel não pode fazer fronteira com a cidade onde você tem sua residência.

Caso você possua apenas uma fração de um imóvel residencial, é possível utilizar o FGTS para adquirir outro imóvel, desde que sua participação na propriedade não ultrapasse 40%. Por outro lado, se você possuir um terreno sem construção, é permitido utilizar o saldo do Fundo para investir na compra de uma segunda propriedade.

Por último, é importante lembrar que o segundo imóvel não pode ter sido adquirido com o uso do FGTS nos três anos anteriores à data de registro efetivo na matrícula da propriedade. Por exemplo, se a casa que você deseja comprar foi registrada em 2020 com base nessa condição, outra utilização do FGTS só será possível a partir de 2023.

É possível usar o FGTS para comprar imóvel em outra cidade?

Para adquirir um imóvel em outra cidade utilizando o saldo do FGTS, é necessário demonstrar que reside na localidade há pelo menos um ano. No entanto, caso seu emprego esteja situado em uma cidade vizinha ou se a mudança de cidade está relacionada ao trabalho, é possível viabilizar a compra.

Quanto tempo demora para liberar o FGTS para compra de imóvel?

Após a solicitação feita junto ao agente financeiro, a liberação dos fundos do FGTS costuma levar, em média, cinco dias. No entanto, os demais procedimentos envolvidos na aquisição de um imóvel, como a aprovação do financiamento, podem demandar mais tempo, resultando em um processo que geralmente é concluído em um prazo de 60 a 90 dias.

Newsletter

Exponencial

Assine a newsletter e fique por dentro de todas as nossas novidades.

Nome
E-mail

Ao assinar a newsletter, declaro que concordo com a Política de privacidade da Creditas.

Publicações recentes

Me explica Creditas

Como conseguir emprestimo negativado? Aprenda aqui!