Revolucionando o empréstimo no Brasil
Use seu carro como garantia de novas conquistas
Use seu carro como garantia de novas conquistas
Imóvel

Financiamento de material de construção: saiba onde e como fazer

Existem muitas alternativas de crédito para reformas e compra de materiais de construção. Compare e escolha a mais vantajosa
Escrito por Vanessa Ferreira em 04.12.2019 | Atualizado em 08.05.2020
  • 3 Likes

Está pensando em construir ou reformar sua casa ou negócio próprio, mas não consegue pagar à vista? Fazer um financiamento de material de construção é uma boa opção nesse caso. 

Você não precisa mais adiar esse plano. Mas, para fazer um bom negócio e não cair em um mau endividamento, é necessário planejar, confrontar o seu orçamento com os possíveis gastos e comparar as opções disponíveis no mercado.

Para te ajudar nessa missão, selecionamos as principais opções de financiamento de material de construção para você escolher o que melhor se adapta ao seu perfil. Confira!

Financiamento ou empréstimo?

O financiamento é diferente do empréstimo em alguns quesitos, principalmente na forma de contratação. Enquanto o primeiro só pode ser usado para uma finalidade específica, como a compra de materiais de construção, no segundo o recurso pode ser utilizado para qualquer finalidade.

Independente de modalidade escolhida é preciso ter cautela para evitar cair em armadilhas e honrar o compromisso, visto que significa comprometer parte da renda mensal para o pagamento da dívida.

O segredo, nestes casos, é ter um bom planejamento financeiro para garantir que você consiga arcar com esse valor todo mês até o fim do contrato. Dessa forma, é possível quitar as parcelas do financiamento ou empréstimo com muito mais tranquilidade.

Leia também: 5 passos para economizar na reforma e conquistar a casa dos sonhos

Onde e como financiar material de construção

Hoje em dia, empresas variadas oferecem financiamento de material de construção. Você pode contratar em bancos, em cooperativas, em fintechs e em lojas especializadas nisso. Cada empresa tem taxa de juros, prazo de pagamento e de uso próprios e, portanto, as vantagens variam bastante de uma para outra.

O Exponencial fez um levantamento, comparando a linha de crédito nas principais instituições do país. Dentre elas estão: Caixa Econômica Federal, com financiamento Construcard; Leroy Merlin, com cartão Celebre; Banco do Brasil; Telhanorte; Sicredi e Creditas. Confira:

1. Banco Bradesco

O Banco Bradesco em parceria com a Anamaco criaram o Programa João de Barro, que oferece financiamento de material de construção e reformas.

O que é possível financiar: recomposição de alvenaria e da argamassa, instalações prediais nos sanitários e cozinha, fechamento ou abertura de vãos, adequação de acessibilidade dos moradores com mobilidade reduzida. Além da colocação e substituição de quaisquer revestimentos que coloquem em risco a vida das pessoas.

Onde comprar: lojas associadas às Acomacs.

Cobertura: financia o custo total da reforma.

2. Banco do Brasil

A linha do Banco do Brasil atende reforma, construção e ampliação de imóveis. Porém, é destinado apenas para correntistas.  Nas lojas de material de construção que formalizam convênio com o BB, o cliente tem até 180 dias para pagar a primeira parcela do financiamento, o teto de contratação chega a R$ 50 mil e o prazo máximo de pagamento pode chegar a 54 meses.

O que é possível financiar: o financiamento cobre apenas produtos para infraestrutura interna, como materiais elétricos, hidráulicos, madeiras, acabamentos, tintas, ferragens, areia, tijolos, pisos, armários planejados, entre outros.

Onde comprar: lojas conveniadas ao BB

Forma de pagamento: cartão de débito - Ourocard Visa ou Visa Electron

Cobertura: financia o custo total

3. Caixa Econômica

O Construcard é cartão da Caixa Econômica Federal exclusivo para financiamento de construção e reforma. Este produto permite financiar a compra dos materiais de construção necessários para a realização da obra.

O que é possível financiar: materiais comuns, como telhas, pisos, tinta, tijolo, iluminação. Além de incluir caixa d’água, aquecedores e sistemas de geração solares, aerogeradores, elevadores, piscinas e armários planejados.

Onde comprar: lojas conveniadas à Caixa.

Forma de pagamento: débito em conta-corrente.

Cobertura: financia 80% do custo total.

4. Sicredi

Pessoas associadas ao Sicredi podem construir ou reformar um imóvel próprio ou imóvel de sua empresa.

O que é possível financiar: todos os recursos necessários, desde materiais de construção até o pagamento da mão de obra especializada.

Onde comprar: lojas conveniadas ao Sicredi

Forma de pagamento: débito em conta-corrente, podendo ser em parcelas ou prestação única

Cobertura: financia o custo total.

5. Leroy Merlin

A Leroy Merlin oferece um cartão fidelidade, chamado Celebre, da bandeira Visa que pode ser usado para parcelar compras dentro da loja.

O que é possível financiar: todos os produtos disponíveis na loja, tais como: madeiras, ferramentas e produtos de decoração. 

Onde comprar: apenas lojas da Leroy Merlin.

Forma de pagamento: em parcelas, com débito em conta corrente

Cobertura: financia o custo total até o limite de crédito aprovado.

6. Creditas

A Creditas é uma fintech especializada em empréstimo com garantia, que pode ser usado para inúmeras finalidades, inclusive, para financiamento de material de construção.

A vantagem é que você não fica restrito a comprar em determinadas lojas e não precisa ser correntista dos bancos citados, além de ter acesso a uma das menores taxas de juros do mercado, valores maiores e flexibilidade no pagamento.

Ficou interessado? Conheça mais sobre o empréstimo com garantia na Creditas.

O que é possível financiar: tudo que você quiser, desde material de construção até a mão de obra especializada.

Onde comprar: qualquer loja de sua escolha.

Forma de pagamento: em parcelas, com débito em conta corrente.

Cobertura: financia o custo total.

Cheque especial ou cartão de crédito para o financiamento de material de construção

No Brasil, quando as pessoas não têm dinheiro à vista para investir na própria casa, costumam recorrer a essas duas linhas de crédito. No entanto, nem todo mundo presta atenção nas taxas de juros exorbitantes cobradas tanto no parcelamento e no rotativo do cartão, quanto no limite pré-aprovado do cheque especial.

No entanto, existem outras possibilidades mais saudáveis para viabilizar suas conquistas, como as oferecidas pelas fintechs, por exemplo.

Compare as taxas de juros das principais modalidades de crédito disponíveis:

O ideal é que a obra ou reforma, por menor que seja, tenha por trás um planejamento financeiro. Assim, você evita pagar parcelas altíssimas e entrar em um mau endividamento. É importante lembrar que um projeto desse tipo é de longo prazo e podem ocorrer imprevistos durante o caminho, como perder o emprego ou ter gastos além do imaginado.

Por isso, o mais indicado é procurar modalidades mais baratas e com prazos mais extensos, como o empréstimo com garantia ou o crédito consignado.  

Leia também: Crédito inteligente: 7 situações para tomar empréstimo sem “medo”

Como analisar as propostas de empréstimo e financiamento?

Para fazer uma escolha realmente vantajosa para seu bolso e suas necessidades, é preciso tomar alguns cuidados:

1. Analise suas finanças

Primeiro, você deve olhar para sua situação financeira. Quanto recebe? Quanto costuma gastar? Confira seu holerite e contabilize suas despesas mensais (fixas e variáveis), por meio de um planejamento.

Só assim, saberá qual a quantia disponível para pagar as parcelas do financiamento e se realmente tem condições de fazer isso no momento.

2. Escolha uma parcela que caiba no seu bolso

Depois de pesquisar e comparar as condições, o ideal no financiamento de material de construção é optar pela empresa que oferece uma parcela adequada a quanto sobra do seu orçamento todo mês. Dessa forma, você não prejudica o pagamento de outras contas por falta de dinheiro, sem passar aperto.

3. Considere possíveis imprevistos

Situações inesperadas acontecem em vários momentos da vida, mas podem ocorrer principalmente durante uma reforma. Pode ser que você precise comprar mais materiais do que imaginava ou pagar a mão de obra além do esperado.

Portanto, o melhor é considerar uma margem de erro e até a possibilidade de ficar sem fonte de renda em caso de perder o emprego, por exemplo. Calcular o dinheiro contado pode te deixar na mão. 

4. Confira o CET

Além dos custos básicos envolvidos em um financiamento, como valor principal e juros embutidos na parcela, você deve solicitar à empresa a taxa que representa a soma de todas as despesas envolvidas, chamada de CET (Custo Efetivo Total).

Essa tarifa expressa quanto você, realmente, está pagando no total. Ela inclui todos os encargos e taxas, que juntos podem encarecer o crédito.

5. Planeje o projeto e o orçamento

Antes de fechar negócio, você precisa fazer um planejamento da obra, seja com um arquiteto contratado ou por conta própria. A partir disso, é possível montar um orçamento e estimar os gastos com o projeto.

Dessa forma, fica mais fácil comparar com as propostas das empresas e ver qual concede uma quantia, taxa de juros e prazo dentro do que você precisa.

E então, já está pronto para planejar a sua reforma e contratar o melhor financiamento de material de construção? Compartilhe a sua opinião com a gente nos comentários.

Receba conteúdos exclusivos
Não perca nenhuma novidade, assine nossa newsletter.
Cadastro efetuado com sucesso!
Erro ao enviar sua inscrição. Por favor, tente novamente.
Preencha esse campo obrigatório.
Preencha esse campo obrigatório.
Selecione uma opção no menu suspenso.

Receba conteúdos exclusivos
Não perca nenhuma novidade, assine nossa newsletter.
Carregando...
  • 3 Likes
Vanessa Ferreira

Escrito por Vanessa Ferreira

Jornalista e apaixonada por marketing de conteúdo. Acredita no poder da informação para a disseminação de saúde financeira.

Comentários [0]

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

Comentário enviado com sucesso!
Erro ao enviar comentário. Por favor, tente novamente.
Revolucionando o empréstimo no Brasil

Quem somos

As transformações do mundo exigem cada vez mais de nós. Mais funções, mais responsabilidades, mais conhecimento. Mais, mais e mais. Mas o que Creditas e Exponencial têm a ver com isso?

Somos movidos por fazer a diferença na vida das pessoas. Se vivemos o tempo das informações ilimitadas, é nossa função criar e filtrar diferentes conteúdos aos nossos leitores, para que o conhecimento financeiro deles cresça exponencialmente.

Exponencial. Informação é fonte de crescimento.

A Creditas é uma plataforma digital que atua como correspondente bancário para facilitar o processo de contratação de empréstimos. Como correspondente bancário, seguimos as diretrizes do Banco Central do Brasil, nos termos da Resolução nº. 3.954, de 24 de fevereiro de 2011.

Creditas Soluções Financeiras Ltda. é uma sociedade limitada registrada sob o CNPJ/MF 17.770.708/0001-24, com sede na Av. Engenheiro Luís Carlos Berrini, 105, 12º andar Itaim Bibi, São Paulo – SP, 04571-010