• Simule seu crédito

    Simule seu crédito

    • Empréstimo com veículo em garantia
    • Empréstimo com imóvel em garantia
    • Empréstimo consignado
    Mais praticidade? Baixe nosso app:
  • Soluções

    Soluções

    • Imóveis
    • Reforma
    • Venda
    • Troca
    • Loja de imóveis
    • Carros

    • Financiamento de carros
    • Loja de carros
    Mais praticidade? Baixe nosso app:
  • Store

    Store

    Mais praticidade? Baixe nosso app:
  • Empresas

    Empresas

    Mais praticidade? Baixe nosso app:
Mais praticidade? Baixe nosso app:
  • Controle financeiro
  • Realizando sonhos
  • Saia do Vermelho
  • Me explica Creditas
  • Tudo sobre Crédito
  • Meu negócio
  1. Home

  2. Saia do vermelho

Saia do vermelho

Cresce número de jovens inadimplentes. Especialista explica o porquê

Segundo Veridiana Lopes, do canal Economia Diária, falta de educação financeira na infância é um dos principais motivos da inadimplência precoce. Confira a entrevista em vídeo

por Flávia Marques

Atualizado em 11 de fevereiro, 2021

Desde criança, a especialista financeira Veridiana Lopes gostava de poupar. Mesmo antes de ter a própria renda, guardava o dinheiro que recebia de mesada e o que os pais lhe davam para comprar lanche na escola. A construção precoce de hábitos de consumo saudáveis contribuiu para que hoje, aos 22 anos, ela não fizesse parte do grupo de jovens inadimplentes no Brasil. 

De fato, a relação dos jovens brasileiros com as finanças não vai nada bem. De acordo com o Serviço de Proteção ao Crédito (SPC) Brasil, 46% dos brasileiros com idade entre 25 e 29 anos têm dívidas em atraso e estão inadimplentes. Entre os que têm idade entre 18 e 24 anos, a proporção é de 19%. Juntos, esses grupos representam 12,5 milhões de pessoas. 

Na contramão dessa realidade, Veridiana sabe cuidar muito bem do seu dinheiro e, mais do que isso, compartilha tudo o que aprendeu sobre educação financeira, investimentos e psicologia econômica para milhares de pessoas na internet, por meio do canal Economia Diária. 

Em seu canal, ela dá dicas que ajudam o público que deseja sair do vermelho, consumir de maneira mais consciente e até aprender a investir. 

Como a educação financeira na infância pode evitar jovens inadimplentes? 

Para muitos jovens que ainda vivenciam sua primeira experiência profissional, a relação com o dinheiro, o acesso ao crédito e a tarefa de administrar o orçamento podem ser uma novidade. E os que não souberem lidar com as novas responsabilidades tornam-se mais suscetíveis a cair no mau endividamento. 

É por isso que transmitir conceitos básicos de educação financeira para crianças é tão importante: quem aprende a poupar, controlar desejos de consumo e avaliar o que é realmente necessário comprar pode sofrer menos no futuro.  

Leia mais: Educação financeira na infância forma adultos mais críticos 

No Brasil, a CVM (Comissão de Valores Mobiliários) apresentou, no final do ano passado, um projeto experimental para educar as crianças sobre o assunto a partir dos três anos de idade, ainda na pré-escola. A proposta surgiu a partir de uma experiência feita em uma escola de Ohio, nos Estados Unidos. 

O estudo norte-americano acompanhou um grupo de crianças de 3 a 4 anos e constatou que ensinamentos cognitivos e de raciocínio lógico transmitidos na infância traziam reflexos positivos no comportamento delas até a fase adulta. 

Quando - e como - começar a falar de educação financeira? 

Embora o estudo estadunidense tenha avaliado grupos de crianças de 3 a 4 anos, vale lembrar que a relação com cédulas e moedas e o contato com conceitos mais complexos devem acontecer depois, a fim de que a criança aprenda de verdade. No entanto, é importante que desde cedo elas sejam ensinadas sobre questões mais simples e não menos importantes, como reaproveitar objetos em vez de adquirir novos e partilhar. 

Alguns pais compreendem a importância de levar educação financeira aos filhos, mas é natural que não tenham todo o conhecimento necessário para isso. Contar com o apoio de conteúdos voltados ao público infantil é uma alternativa que facilita o aprendizado das crianças e conscientiza até os adultos, que também podem absorver os conceitos de forma mais simples. Materiais lúdicos, como de literatura infantil, desenhos e filmes são interessantes. 

Leia mais: Em entrevista, Primo Rico conta como sonhos ajudam a ganhar dinheiro

No terceiro episódio da série “Informação que transforma”, conversamos com a Veridiana Lopes, que é a nova colunista do portal Exponencial. No bate-papo, ela falou sobre como a educação financeira na infância a ajudou a lidar melhor com o dinheiro na fase adulta e a importância de transmitir informação de qualidade para jovens inadimplentes e todos aqueles que desejam mudar a sua situação financeira.

Confira, no vídeo a seguir: 

;feature=youtu.be

 

Newsletter

Exponencial

Assine a newsletter e fique por dentro de todas as nossas novidades.

Nome
E-mail

Ao assinar a newsletter, declaro que concordo com a Política de privacidade da Creditas.

Publicações recentes

Controle Financeiro

Desafio das 52 semanas: conheça o método para aprender a juntar dinheiro

3 minutos de leitura