• Simule seu crédito

    Simule seu crédito

    • Empréstimo com veículo em garantia
    • Empréstimo com imóvel em garantia
    • Empréstimo consignado
    Mais praticidade? Baixe nosso app:
  • Soluções

    Soluções

    • Imóveis
    • Reforma
    • Venda
    • Troca
    • Carros

    • Financiamento de carros
    • Loja de carros
    Mais praticidade? Baixe nosso app:
  • Store

    Store

    Mais praticidade? Baixe nosso app:
  • Empresas
  • Ajuda
Mais praticidade? Baixe nosso app:
  • Controle financeiro
  • Realizando sonhos
  • Saia do Vermelho
  • Me explica Creditas
  • Tudo sobre Crédito
  • Meu negócio
  1. Home

  2. Controle Financeiro

Controle Financeiro

Evento de educação financeira ensina - de graça - brasileiro a poupar

Por meio de palestras e cursos online e presenciais, 6ª Semana de Educação Financeira dará dicas de como montar orçamento doméstico, investir na bolsa e a ter uma vida financeira saudável. Confira a programação

por Portal Exponencial

Atualizado em 11 de fevereiro, 2021

Aos que sempre tiveram vontade de aprender a estruturar planejamento financeiro, montar planilhas de orçamento, investir, ter mais noção sobre como poupar e, até mesmo, entender um pouco mais o universo das finanças, mas nunca tiveram auxílio/suporte: o mês de maio será um prato cheio de oportunidades. Ao longo dos dias 20 a 26 deste mês acontecerá a 6ª edição da Semana Nacional de Educação Financeira (Semana ENEF).

Idealizado pela Comitê Nacional de Educação Financeira (Conef), o evento conta com uma programação recheada de palestras e workshops online e presenciais em todo o país, a fim de disseminar e contribuir com o avanço financeiro da população.

Entre os temas que serão abordados, estão: despesas familiares; introdução à educação financeira; iniciação ao planejamento do orçamento; dicas para tomar empréstimo de qualidade - e de forma saudável, entre outros.

Apenas em 2018, a Semana de Educação Financeira percorreu 1.134 cidades nos 26 estados brasileiros e Distrito Federal. Além disso, mais de 7 000 ações impactaram cerca de quatro milhões de brasileiros. A expectativa é que em 2019 a repercussão seja ainda maior. 

Grandes nomes e entidades do setor, como o Sebrae, B3 - a bolsa brasileira -, Banco Central, Comissão de Valores Mobiliários (CVM), Associação Brasileira das Entidades dos Mercados Financeiros e de Capitais (Anbima), entre outros, fazem parte do corpo de organização do evento e serão responsáveis por palestras e cursos ao longo da semana. Além disso, instituições do setor privado interessadas em promover a educação financeira também podem participar promovendo palestras e workshops.

Em nota no site oficial, Fábio Coelho, ex-presidente do Conef e diretor-superintendente da Previc, reforça a importância de iniciativas como essa, para o progresso financeiro do brasileiro e do país como um todo.

“A educação financeira é um componente importante para o desenvolvimento sustentável do país”, afirma Coelho. “A Semana ENEF funciona como um marco desse assunto no calendário anual, sendo uma excelente iniciativa para estimular o hábito de poupar e o consumo consciente.”

A importância do planejamento financeiro

Realizada anualmente desde 2014, a Semana ENEF reúne ações educacionais gratuitas, ao longo de uma semana, com o objetivo claro de contribuir para o fortalecimento da cidadania e de conceitos básicos de educação financeira para um país ainda carente nesse aspecto.

Dados do Serviço de Proteção ao Crédito, em conjunto com a Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL), reforçam a importância dos cursos da ENEF. 

De acordo com o último levantamento realizado pelas entidades, em abril, o número de brasileiros inadimplentes chegou a 62,6 milhões. Embora o crescimento de pessoas com o CPF negativado tenha perdido força - passando de um ritmo de avanço mensal de 6% para 2% - o total de inadimplentes no Brasil ainda corresponde 40% da população adulta.

Além de impactar em um alto índice de negativados, a falta de educação financeira pode ser um entrave do progresso econômico - além de tornar mais difícil a maneira da população lidar com o crédito de um jeito mais saudável.

A própria Organização para Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE) recomenda a educação financeira como boa prática no ensino básico (fundamental). A medida é incentivada pelo órgão desde meados de 2005 e pode ser adequada em inúmeros formatos para atender diferentes faixas-etárias.

Outro ponto a ser destacado é a de que a educação financeira traz consequências diretas ao mercado financeiro como um todo. Isso porque, conforme as pessoas aprendam a ter uma boa organização financeira pessoal, a poupar da maneira correta e se planejar para o futuro, elas consequentemente passam a investir de uma maneira mais assertiva.

Semana de Educação Financeira

A Revista Digital Creditas separou algumas das palestras e workshops que acontecerão ao longo da semana em São Paulo. Confira, a seguir:

[table id=47 /]

 

Para ter acesso a programação completa, acesse o site oficial do evento

Newsletter

Exponencial

Assine a newsletter e fique por dentro de todas as nossas novidades.

Nome
E-mail

Ao assinar a newsletter, declaro que concordo com a Política de privacidade da Creditas.

Publicações recentes

Meu negócio

Como fazer declaração do MEI: passo a passo

4 minutos de leitura