• Simule seu crédito

    Simule seu crédito

    • Empréstimo com veículo em garantia
    • Empréstimo com imóvel em garantia
    • Empréstimo consignado
    Mais praticidade? Baixe nosso app:
  • Soluções

    Soluções

    • Imóveis
    • Reforma
    • Venda
    • Troca
    • Loja de imóveis
    • Carros

    • Financiamento de carros
    • Loja de carros
    Mais praticidade? Baixe nosso app:
  • Store

    Store

    Mais praticidade? Baixe nosso app:
  • Empresas

    Empresas

    Mais praticidade? Baixe nosso app:
Mais praticidade? Baixe nosso app:
  • Controle financeiro
  • Realizando sonhos
  • Saia do Vermelho
  • Me explica Creditas
  • Tudo sobre Crédito
  • Meu negócio
  1. Home

  2. Controle Financeiro

Controle Financeiro

Ceia de natal econômica: 9 dicas para não gastar muito

Os preços dos itens da ceia de Natal tendem a aumentar na reta final do ano. Confira como economizar sem perder a sofisticação

por Creditas

Atualizado em 11 de fevereiro, 2021

Uma mesa farta, repleta de comidas é tradição no jantar de 24 de dezembro. Azeite, bacalhau, frutas secas, pernil, vinhos são alguns dos itens que mais se destacam nessa época do ano. Com o aumento dos preços nessa época, o desafio é preparar uma ceia de Natal simples e barata, que seja sofisticada sem comprometer o orçamento. 

Com algumas substituições e criatividade, é possível criar uma noite inesquecível para se comemorar em família sem se endividar. Anote as dicas e tenha boas festas!

Ceia de Natal econômica: como elaborar?

Confira dicas para  ter uma ceia de Natal econômica:

1. Verifique o número de convidados, defina cardápio e faça lista com os ingredientes

Essa é a principal dica antes de preparar a ceia de Natal: planejamento. 

Planejar a quantidade de pessoas que participarão do evento, o cardápio da festa e os ingredientes que são necessários para a execução dos pratos. Com essas informações listadas e organizadas fica muito mais fácil ir às compras e fazer boas escolhas. 

“A mesa farta não precisa virar um festival de sobras e desperdícios. Saber quantas pessoas vão participar do evento com antecedência, definir o que será feito na ceia, fazer compras conscientes é o fundamental para evitar exageros”, diz Reinaldo Domingos, fundador da Associação Brasileira de Educadores Financeira (Abefin). 

As diferenças entre o preço dos produtos podem variar dependendo do estabelecimento comercial. Portanto, fazer a sua lista de compras com antecedência e pesquisar os preços em diversos estabelecimentos ajuda muito a fazer uma ceia de Natal econômica.

2. Tente ir ao mercado com antecedência para evitar fazer compras sob pressão

Fazer compras com pressa e em um ambiente desconfortável, só causam estresse e contribuem para que compras desnecessárias, caras e por impulso sejam feitas. 

“Comprar na última hora pode deixar o consumidor à mercê de aumentos repentinos e ainda tira a possibilidade de pesquisar em outros estabelecimentos, afinal ninguém vai entrar em vários supermercados lotados atrás do melhor preço para determinado produto no último minuto”, diz Reinaldo Domingos. 

3. Troque bebidas e alimentos importados por itens nacionais

A alta do dólar neste ano pode ser um dos fatores que influenciam no preço da ceia de Natal. E quando isso acontece, os preços dos produtos importados dispara.

Substituir produtos estrangeiros, que sofrem impacto com as oscilações do dólar, por produtos produzidos no País é uma boa alternativa para baratear os custos da ceia.

4. Para compras em grandes quantidades procure mercados atacadistas

Nos supermercados atacadistas é possível encontrar promoções significativas para itens comprados em grandes quantidades. Uma possibilidade é juntar amigos e parentes para fazer compras coletivas, assim os descontos ficam mais abrangentes. 

Outro ponto importante é o cuidado na hora de comprar as bebidas, cujos preços podem variar muito de um lugar para o outro. Qualquer diferença de valores nessa época do ano pode representar grande economia no fim das contas.

“Além de pesquisar pelo preço mais em conta, não exagere na compra das bebidas. Ao considerar uma quantidade de cerveja por pessoa, por exemplo, considere que poderá ter outras bebidas como vinho e espumantes no evento, o que diminuirá o consumo da cerveja”, diz Domingos, da Abefin. 

5. Defina um orçamento e evite pagar alimentos no cartão de crédito 

Quanto você quer gastar na ceia de Natal? Faça uma simulação do preço por pessoa que estará presente no evento e tente respeitar esse budget. Planejar é essencial. 

Afinal, no início de todo ano, uma série de despesas surgem, como IPTU, IPVA, matrícula e material escolar etc. Um fim de ano abundante e farto não pode impactar na sua organização financeira do ano seguinte. 

6. Substitua alimentos e ingredientes mais caros por similares

Alguns peixes ou cortes de carnes podem ser substituídos por outros similares e de menor custo sem grandes perdas na sofisticação da refeição. 

Comprar nozes, amêndoas e castanhas quebradas e não inteiras, por exemplo, pode custar até 30% menos.  

“Existem produtos que estão mais caros, mas também existem outros que são tão saborosos quanto e que podem custar menos. Basta procurar e ser criativo”, diz Reinaldo Domingos.

7. Conversar com os familiares e dividir os pratos 

Natal é época de compartilhar. E porque não organizar uma ceia na qual cada convidado é responsável por levar um prato diferente para a festa? Ou ainda, que tal fazer um orçamento único e dividir a conta por todos depois? 

“Essas são boas alternativas para ter uma ceia agradável e que cabe no bolso”, diz Domingos. “O exagero pode parecer fartura mas na verdade é desperdício que não é benéfico a ninguém, o mais importante não é o valor da mesa, e sim o carinho que se tem em volta dela”.

8. Invista na criatividade

Não dá para fazer as receitas sofisticadas esse ano? Use a criatividade e um pouco de pesquisa para buscar alternativas.

Na internet, há centenas de receitas econômicas de fim de ano. As opções variam de acordo com o grau de habilidade, bolsos e gostos do cozinheiro. Que tal pesquisar uma dessas opções ao definir o cardápio?

O mesmo vale para a decoração: se o dinheiro está curto esse ano, procure arrumar a casa para o momento de acordo com os objetos de decoração que você já tem. Outra opção é trocar com os vizinhos e parentes, assim, todo mundo terá uma ornamentação diferente sem gastar nada com isso.

9. Divirta-se com responsabilidade

A principal razão de fazer uma ceia de Natal é compartilhar bons momentos com quem se ama. Por isso, não se preocupe tanto se o jantar deste ano será tão recheado quanto os anteriores ou se a sua casa está tão decorada quanto. 

Aproveite a data para comemorar com pessoas que você ama e compartilhar amor!

Newsletter

Exponencial

Assine a newsletter e fique por dentro de todas as nossas novidades.

Nome
E-mail

Ao assinar a newsletter, declaro que concordo com a Política de privacidade da Creditas.

Publicações recentes

Me explica Creditas

Qual é o valor do dólar? Entenda porque é importante saber disso