• Simule seu crédito

    Simule seu crédito

    • Empréstimo com veículo em garantia
    • Empréstimo com imóvel em garantia
    • Empréstimo consignado
    Mais praticidade? Baixe nosso app:
  • Soluções

    Soluções

    • Imóveis

    • Reforma
    • Venda
    • Carros

    • Financiamento de carros
    • Loja de carros
    Mais praticidade? Baixe nosso app:
  • Benefícios corporativos

    Empresas

    Mais praticidade? Baixe nosso app:
  • Ajuda
Mais praticidade? Baixe nosso app:
  • Atração e Retenção
  • Benefícios flexíveis
  • Employer branding
  • Educação financeira
  • Departamento pessoal
  • Na mídia
  1. Home

  2. Atração e retenção

Atração e retenção

Previdência privada empresarial: como ela impacta a vida do colaborador

Entenda como a previdência privada emrpesarial pode levar mais segurança ao futuro dos seus colaboradores por meio do planejamento financeiro de longo prazo.

por Leonardo Cruz

Atualizado em 6 de junho, 2022

Quer saber mais sobre previdência privada empresarial? Então esta matéria é para você. Nela você encontra tudo sobre como ela pode impactar positivamente a vida do seu colaborador.

Quem trabalha um dia se aposenta. Essa é a trajetória óbvia da população economicamente ativa no mundo todo. Seja por idade ou por tempo de contribuição, todas as pessoas têm direito a usufruir do seu trabalho também na velhice. Para isso, existe a Previdência Social, que garante ao trabalhador que possui carteira assinada o direito de receber quantias mensais após atingir alguns pré-requisitos.

Apesar disso, no Brasil, a previdência privada, ou seja, a aposentadoria que não está ligada ao sistema do INSS, não para de crescer. Segundo dados da Federação Nacional de Previdência Privada e Vida (FenaPrevi), as contribuições chegaram a cerca de R$ 36,9 bilhões entre janeiro e março de 2022.

Entender esse movimento e como ele pode impactar a vida do seu colaborador é essencial para garantir colaboradores engajados e satisfeitos. Para facilitar sua jornada nesse universo, confira os principais tópicos desta matéria:

  • O que é a previdência privada empresarial
  • Como funciona a previdência privada para empresas
    • Plano Individual
    • Plano para empresas
  • Quais as vantagens da previdência privada para as empresas
  • E para o colaborador, vale a pena fazer uma previdência privada
  • Como contratar um plano de previdência privada para empresa
  • Tire suas dúvidas
    • A previdência privada gera mais trabalho para o RH?
    • Este produto tem algum custo para a empresa?
    • Quais os tipos de planos de previdência privada?
    • Quais são os regimes de tributação aplicáveis?

O que é a previdência privada empresarial?

Esse é o modelo de previdência privada oferecido pelas empresas aos seus colaboradores como uma opção de benefício corporativo. 

E esse é um dos benefícios mais desejados pelos colaboradores, como aponta pesquisa “Relatório Global do Sistema Previdenciário", realizada pela Creditas, que mostra que 59% dos colaboradores fariam previdência privada imediatamente se suas empresas oferecessem. 

Como funciona a previdência privada para empresas?

Existem dois tipos de planos de previdência privada para empresas na Creditas. Entenda um pouco mais sobre eles a seguir e decida qual faz mais sentido para sua empresa.

Para empresas aderentes ao Plano Individual

Benefício para o colaborador sem custo para a empresa. A empresa fornece a opção de investimento em fundos exclusivos com as melhores rentabilidades do país, para que o colaborador invista com qualidade em seu futuro.

Os colaboradores podem solicitar sua previdência no próprio site da Creditas (o desembolso é por conta do mesmo).

Para empresas aderentes ao Plano Empresarial

A empresa participa do custeio da previdência, podendo escolher o valor que quer contribuir e o fundo no qual deseja aplicar.

Dessa forma, o benefício passa a ser um adendo ao pacote de remuneração. Nessa modalidade, o RH desenha uma política junto com o time de especialistas Icatu para determinar, dentre alguns detalhes, a % de investimento que o RH irá ajudar o colaborador. O valor investido pelo RH gera um benefício fiscal por ser classificado como despesa administrativa na dedução de impostos.

Quais as vantagens da previdência privada para as empresas?

Além das vantagens para o colaborador, as empresas possuem diversas vantagens na hora de contratar esse produto para seus colaboradores. Abaixo você conhece algumas vantagens de acordo com o tipo de plano escolhido.

Previdência Individual:

  • Solução sem nenhum custo para a empresa.
  • Sem nenhum trabalho operacional para a empresa. Toda a operação é feita pela Creditas e Icatu.
  • Novo benefício para retenção de seus colaboradores e preocupação financeira.
  • Creditas e Icatu responsável por todo o atendimento e suporte do colaborador.

Previdência Empresarial:

  • Oferecer um benefício que contribui com a retenção de talentos e diminuição do turnover dentro da empresa.
  • Com a Previdência, a empresa oferece um diferencial para atrair novos talentos do mercado.
  • Benefício fiscal: dedução das contribuições da empresa como despesa administrativa até o limite de 20% da folha dos participantes.

E para o colaborador, vale a pena fazer uma previdência privada?

Com certeza, mas, como quase tudo no mundo das finanças, é preciso compreender e ponderar se essa solução é a melhor para alcançar objetivos a curto e longo prazo. 

Para que você possa orientar seu colaborador nesse processo, separamos alguns passos que eles trilharam para decidir se vale a pena investir em previdência privada.

1. Entender o próprio objetivo

A previdência privada é um investimento de médio e longo prazos. Por isso, é importante que o cliente defina seu objetivo final, para escolher o melhor produto. Mesmo se puder contribuir com uma quantia baixa, não demore para começar seu  plano. 

2. Análise os prazos e a tributação

Defina prazos para escolher a tributação. Se aderir ao VGBL ou ao PGBL de banco ou seguradora preste atenção na taxa de administração, quanto mais baixa melhor. O regime progressivo de tributação parte da alíquota de zero a 27,5%, e aumenta no decorrer do tempo. Já o regime regressivo parte de uma valor maior, 35%, mas diminui com os anos e, após o décimo ano, fica abaixo de 10%. Assim, quanto mais tempo o dinheiro for ficar investido, mais o sistema regressivo pode ser interessante.

3. Análise a solidez da instituição

Apesar de todo setor de previdência privada ser fiscalizado pela Superintendência de Seguros Privados (Susep), órgão do governo federal, fique de olho na solidez da instituição financeira. 

A principal pergunta a ser respondida é se a instituição ainda existirá daqui a 30 anos. Empresas como a Icatu, a maior seguradora independente do país e com mais de R$ 60 bilhões sob gestão, dão essa tranquilidade ao colaborador.  

Como contratar um plano de previdência privada para empresa?

A Creditas, em parceria com a Icatu, está oferecendo o serviço de previdência privada para que empresas possam auxiliar o planejamento financeiro e o futuro dos seus colaboradores, que é uma pauta valorizada pelo RH, hoje em dia.

Se você quiser saber mais sobre como contratar a previdência privada para seu colaboradores, basta dar o primeiro passo entrando em contato através da página do produto.

Tire suas dúvidas sobre previdência privada empresarial

Confira abaixo as respostas para as principais dúvidas sobre previdência privada empresarial.

A previdência privada gera mais trabalho para o RH?

Não, além de ser um benefício muito requisitado pelos colaboradores, a previdência privada empresarial não gera responsabilidade legal para a empresa com toda a operação sendo feita pela Creditas e Icatu Seguros diretamente com o colaborador. 

Além disso, ainda é possível utilizar esse benefício como uma estratégia de retenção de talentos e diminuição do turnover dentro da empresa.

Quais os tipos de planos de previdência privada?

Nos planos de previdência privada, é possível escolher o valor da contribuição e a periodicidade em que ela será feita. Além disso, o valor investido em um plano de previdência privada pode ser resgatado pela pessoa se ela desistir do plano. 

Existem duas formas de tributação: uma delas é a tabela regressiva, que favorece o resgate do dinheiro de uma só vez, a outra forma é a tabela de impostos progressiva, mais vantajosa para aquelas pessoas que querem receber a quantia investida em forma de parcelas mensais e não resgatar o dinheiro todo numa só parcela.

Abaixo você pode entender melhor cada uma delas para poder orientar seu colaborador.

  • Plano Gerador de Benefício Livre (PGBL) - É recomendado para pessoas com renda mais alta, pois o valor pago ao plano pode ser abatido no Imposto de Renda (desde que esse valor represente até 12% de sua renda bruta anual). Porém, quando o dinheiro é sacado, o imposto pago é referente ao total que havia no fundo.  
  • Vida Gerador de Benefício Livre (VGBL) - Não pode ser abatido no Imposto de Renda. Porém, quando o dinheiro é sacado, o imposto cobrado é referente ao que o dinheiro investido rendeu.

Quais são os regimes de tributação aplicáveis?

São dois os regimes de tributação: progressivo e regressivo. Para você conseguir orientar melhor seu colaborador, vamos explicar um pouco mais sobre cade um deles.

  • Progressivo: ideal para quem pensa em resgatar valores baixos que tenham um valor da alíquota reduzido ou queiram retirar o valor do investimento em até 6 anos - alíquota fica abaixo do modelo regressivo, como na imagem.
  • Regressivo: Indicada para investimento a longo prazo (mais de 10 anos) independente do valor da retirada. A cada 2 anos que o dinheiro continua investido, o valor da alíquota diminui.

Este produto tem algum custo para a empresa?

Na opção de Previdência Individual, a empresa não arca com nenhum custo, apenas oferece aos colaboradores a opção de investir em fundos de excelente qualidade/rentabilidade.

Na opção de Previdência Empresarial, a empresa há de arcar com os custos dos investimentos no(s) fundo(s) selecionado(s). Sem custos adicionais, nenhum pagamento é feito para a Creditas por conta do serviço.

Existe um mínimo de investimento por colaborador/empresa?

Sim, mas o valor não é alto. A partir de R$100,00, já é possível investir diversos fundos exclusivos com os melhores rendimentos do país.

Consegui tirar todas as suas dúvidas sobre previdência privada empresarial? Caso ainda tenha dúvidas, basta deixar um comentário e teremos prazer em responder.

Newsletter

RH Estratégico

Assine a newsletter e fique por dentro de todas as nossas novidades.

Nome
E-mail

Ao assinar a newsletter, declaro que concordo com a Política de privacidade da Creditas.

Publicações recentes

Atração e retenção

Salários no RH: remuneração de gestor e analista