• Simule seu crédito

    Simule seu crédito

    • Empréstimo com veículo em garantia
    • Empréstimo com imóvel em garantia
    • Empréstimo consignado
    Mais praticidade? Baixe nosso app:
  • Soluções

    Soluções

    • Imóveis

    • Empréstimo com garantia
    • Aluguel
    • Financiamento
    • Seguro Casa
    • Carros

    • Empréstimo com garantia
    • Financiamento de carros
    • Seguro Auto
    Mais praticidade? Baixe nosso app:
  • Seguros

    Seguros

      Soluções de seguros para proteger suas conquistas. Cote online, compare preços e economize com a maior corretora online do país, a Minuto Seguros, uma empresa Creditas.

    • Para você

    • Auto
    • Casa
    • Viagem
    • Vida
    • Acidentes Pessoais
    • Mais seguros para empresas
    Mais praticidade? Baixe nosso app:
  • Benefícios corporativos
  • Ajuda
Mais praticidade? Baixe nosso app:
  • Atração e Retenção
  • Benefícios flexíveis
  • Employer branding
  • Educação financeira
  • Departamento pessoal
  • Na mídia
  1. Home

  2. Atração e retenção

Atração e retenção

Employer branding: saiba o que é e estratégias para implementar

Estratégia é fundamental para impulsionar a empresa no mercado, além de atrair e reter talentos. Saiba mais!

por Marilia Ferro

Atualizado em 9 de dezembro, 2022

Employer branding: saiba o que é e estratégias para implementar

Quer saber tudo sobre Employer Branding? Então você está no lugar certo. Nesta matéria, você vai entender o conceito, sua importância e como implementar em sua empresa. 

A reputação da empresa é fator crucial para que muitos profissionais decidam se engajar em um processo seletivo. Prova disso é um levantamento realizado pela InfoJobs, demonstrando que 70% dos respondentes consideram esse um fator relevante para se candidatar a uma vaga.

Isso reforça o tamanho da importância de ações de Employer Branding para atração e retenção de talentos e como uma estratégia bem aplicada pode trazer excelentes resultados para organização. 

Fara facilitar sua leitura, veja os tópicos que foram abordados nesta matéria:

Creditas Benefícios: a 1ª carteira de benefícios do RH

Para o RH, gerenciamento descomplicado de todos os benefícios corporativos em uma única plataforma. Para os colaboradores, um só aplicativo para gerenciar e aproveitar os benefícios. Tudo em um só lugar e com custo zero para a empresa.

Quero saber mais

O que é Employer Branding?

Employer Branding, também chamada de marca empregadora, é um conjunto de ações que visam garantir uma boa reputação para a empresa no mercado de trabalho, ou seja, trazer a imagem de que se trata de uma organização boa para se trabalhar.

Nessa estratégia, é preciso ter em mente que se trata de um projeto contínuo, que envolve todas as áreas da empresa, que visa estabelecer uma imagem positiva de dentro pra fora, a partir de ações específicas de bem-estar e valorização dos funcionários, para que a empresa se torne atraente para possíveis futuros colaboradores.

Veja também: O que é endomarketing: principais ações, exemplos e estratégias

Qual é a importância do Employer Branding?

Estamos em um momento do mercado profissional em que oferecer salários competitivos não é mais o único critério de escolha para se escolher um local para trabalhar. Especialmente após o período de pandemia e a entrada de novas gerações no mercado de trabalho, tornou-se fundamental que os colaboradores se sintam valorizados, realizados e tenham a percepção clara do propósito da companhia.

Prova disso é que, entre os fatores que mais levam alguém a mudar de emprego, estão os conflitos com a liderança, falta de oportunidade de crescimento e benefícios não satisfatórios - e todos eles fazem parte a estratégia de Employer Branding, o que torna a implementação dessa estratégia algo essencial para consolidar a empresa e sua cultura no mercado.

Quais são os benefícios do Employer Branding?

A seguir, confira as vantagens de aplicar essa estratégia na operação da empresa. Acompanhe!

Desenvolvimento da identidade da empresa

Ao desenvolver uma estratégia de Employer Branding, a organização consegue estabelecer de forma mais clara a sua cultura, valores, objetivos e propósito, tanto para seu quadro de colaboradores quanto no mercado de trabalho, fortalece sua marca e torna-se mais competitiva em um cenário cada vez mais desafiador.

Processos seletivos mais ágeis

Um dos maiores desafios do recrutamento e seleção é selecionar cargos estratégicos, especialmente aqueles relativos à tecnologia, gestão de produtos e cargos de liderança. Porém, se a marca empregadora tem força no mercado, essa demanda é mais facilmente suprida, já que muitas vezes os profissionais têm real interesse em fazer parte do time – o que reduz significativamente os custos e o esforço na seleção de novos talentos.

Atração de profissionais mais qualificados

Uma marca consolidada e com ações de Employer Branding bem estruturadas não só aumenta o interesse do mercado profissional, mas atrai colaboradores mais qualificados e com mais recursos para contribuir com os objetivos da empresa.

Retenção dos talentos

Ações de Employer Branding não apenas impactam na atração, mas também na retenção dos talentos dentro da organização – especialmente se analisarmos o turnover como um inimigo poderoso de muitas empresas. 

Aumento da produtividade e engajamento

Ao proporcionar um ambiente de valorização e bem-estar, uma cultura forte, benefícios atraentes e clima organizacional positivo, a empresa tem como retorno profissionais mais engajados com seus desafios, mais produtivos e mais felizes. Tudo isso é parte fundamental para que a companhia atinja os resultados esperados.

Como desenvolver uma estratégia de Employer Branding?

A implementação dessa estratégia pode ser complexa, especialmente em empresas de grande porte, e envolve todas as áreas da empresa além de Recursos Humanos, como equipe jurídica, marketing, finanças, entre outros. Mas para começar a se aprofundar sobre esse tema, listamos algumas iniciativas. Confira!

Defina a estratégia

A área de RH representa a liderança do processo de implementação da estratégia e pode traçar alguns direcionais para as ações necessárias, focando, essencialmente, em três critérios: fortalecimento da atratividade de profissionais qualificados; melhorias para a qualidade de vida dos colaboradores atuais; e se necessário, reestruturação da cultura organizacional.

A partir desse primeiro esboço, onde são definidas as ações principais, começa a preparação das lideranças que farão parte do projeto.

Mostre a marca empregadora para o mundo

Isso vale para os colaboradores atuais e para o mercado de trabalho. Lembre-se de que o Employer Branding é, essencialmente, uma ação de marketing, que precisa ser comunicada. Nesse sentidovake, vale utilizar recursos como as redes sociais e os canais de comunicação internos para dar visibilidade ao que está sendo realizado. 

Outra sugestão é implementar uma área de carreira dentro do site da empresa para divulgar vagas e coletar candidatos.

Fortaleça a cultura organizacional

Como explicamos acima, uma estratégia de Employer Branding implica no desenvolvimento de uma cultura forte e bem definida, com valores claros e que trazem o senso de identidade tanto para os colaboradores quanto para o mercado. Se a cultura ainda é frágil, este é o momento de desenvolver e documentar seus princípios e propoósito.

Disponibilize um ambiente de trabalho saudável e agradável

E isso se refere também, no ambiente físico: os espaços compartilhados devem ser limpos, confortáveis, seguros e organizados, de acordo com a possibilidade de cada empresa. Tenha em mente que o colaborador deve sentir-se bem no local para conseguir exercer suas funções da melhor maneira possível.

Além disso, outras ações podem ser planejadas para acolher os funcionários, como disponibilizar frutas, oferecer espaço para alimentação e descanso, organizar confraternizações, entre outras.

Reconheça e valorize o colaborador

Essa é, na prática, a essência do Employer Branding e o seu objetivo. Mas, analisando esse ponto específico, é essencial demonstrar que cada colaborador é peça fundamental para a organização.

Reconhecimento de entregas bem executadas e, se possível, participação nos lucros e possibilitar aumento de salário por mérito ou mesmo promoções de cargo (desde que esteja condizente com a estrutura e objetivos da empresa),são recursos essenciais para manter o clima organizacional em alta.

Invista no desenvolvimento do colaborador

Qualificar o colaborador para que ele desenvolva novas habilidades reflete diretamente nos resultados da empresa, na redução do turnover e em sua reputação. Afinal, a iniciativa de desenvolver um colaborador que ja é “de casa”, em vez de abrir uma nova vaga, é visto de forma bastante positiva pelo mercado e influencia diretamente no engajamento da equipe.

Promova um onboarding completo

Quanto mais informações o novo colaborador receber antes de efetivamente começar a trabalhar, melhor será o seu alinhamento com a operação e a cultura da empresa. É por isso que um onboarding bem estruturado é essencial para o seu desempenho, além de aumentar sua satisfação por conta desse acolhimento inicial.

Isso também acaba refletindo na relação com o novo gestor, que terá mais facilidade em repassar as demandas e não precisará se descolar tanto de suas atividades para mostrar o “caminho das pedras” para o novo membro do time.

Invista em uma política de benefícios flexíveis

Uma política de benefícios corporativos é outro ponto-chave para uma estratégia de Employer Branding e tem peso de ouro para o mercado de trabalho – e isso vai além do já bastante conhecido vale-refeição. Nesse caso, é preciso entender o perfil dos colaboradores e suas prioridades para traçar um planejamento dos benefícios que sejam efetivamente valorizados pela equipe, o que pode variar de acordo com o contexto da organização.

Saiba mais: Employer Branding: guia para alavancar a marca empregadora

Quer saber mais sobre esse tema? Então confira o segundo episódio do podcast RH no ar!, em que Leonardo Pierette, Global Talent Brand Specialist do Nubank, Alexandra Carrão, Diretora de Gente e Gestão do Grupo Ri Happy, e Tatiana Kubotani, Diretora de Talent e Employer Branding da Creditas, mediados por Guilherme Casagrande, host do podcast e especialista em recrutamento e seleção da Creditas, trazem insights valiosos para o desenvolvimento de estratégias de marca empregadora que podem tornar a sua empresa desejada pelos melhores talentos do mercado.

Essa matéria ajudou você a compreender melhor o conceito de Employer Branding e sua importância para atração e retenção de talentos em sua empresa? Aqui no RH Estratégico sempre trazemos respostas para as principais dúvidas da gestão de RH. Continue acompanhando!

Newsletter

RH Estratégico

Assine a newsletter e fique por dentro de todas as nossas novidades.

Ao assinar a newsletter, declaro que concordo com a Política de privacidade da Creditas.

Publicações recentes

Educação financeira

Bloquinho do saldo positivo: colaboradores com as finanças no ritmo neste Carnaval