• Simule seu crédito

    Simule seu crédito

    • Empréstimo com veículo em garantia
    • Empréstimo com imóvel em garantia
    • Empréstimo consignado
    Mais praticidade? Baixe nosso app:
  • Soluções

    Soluções

    • Imóveis

    • Reforma
    • Venda
    • Carros

    • Financiamento de carros
    • Loja de carros
    Mais praticidade? Baixe nosso app:
  • Benefícios corporativos

    Empresas

    Mais praticidade? Baixe nosso app:
  • Ajuda
Mais praticidade? Baixe nosso app:
  • Atração e Retenção
  • Benefícios flexíveis
  • Employer branding
  • Educação financeira
  • Departamento pessoal
  • Na mídia
  1. Home

  2. Atração e retenção

Atração e retenção

Qualidade de vida no trabalho: veja como os benefícios podem impactar

Veja como os benefícios flexíveis podem impactar positivamente a qualidade de vida do seu time de colaboradores.

por Leonardo Cruz

Atualizado em 24 de agosto, 2022

Quer entender como os benefícios impactam a qualidade de vida no trabalho? Então veio ao lugar certo. Nesta matéria, você vai entender como o oferecimento de benefícios pode transformar a vida dos colaboradores.

Cada vez mais o setor de RH busca aprimorar a relação entre a oferta de benefícios para funcionários e a qualidade de vida no trabalho. Segundo uma pesquisa realizada pela Marsh, em 2021, 48% das empresas brasileiras consideram implementar benefícios flexíveis para este fim. Em 2017 e 2019, os índices eram de apenas 12% e 19%, respectivamente.

Pensando nisso, o RH Estratégico preparou um conteúdo especial para explicar questões importantes sobre o tema. Nesta matéria você vai entender:

O que significa ter qualidade de vida no trabalho?

O tema da qualidade de vida no trabalho tem se tornado cada vez mais foco das empresas, afinal os colaboradores passam grande parte de sua vida executando atividades ligadas a sua profissão, então sem um equilíbrio adequado o trabalho pode afetar negativamente outras áreas de sua vida.

Sobre a origem do termo, ele foi utilizado pela primeira vez na década de 70, pelo professor Louis Davis da UCLA na Califórnia, mas a luta por qualidade de vida no trabalho tem sido uma preocupação latente do homem desde o início da humanidade.

Apesar da qualidade de vida no trabalho possuir diversas interpretações, todas são sempre ligadas ao bem-estar durante a execução das tarefas profissionais. De maneira simplificada, ela está relacionada desde a saúde física, psicológica e mental de colaboradores e a satisfação com a empresa e seus pares até ao acesso a recursos necessários para a realização plena das atividades ligadas à realização de seu trabalho.

A construção da QVT ocorre a partir do momento em que as empresas passam a olhar o time de colaboradores como parte fundamental de uma organização. Para sua aplicação é necessário gerar  diagnóstico, afinal, só se melhora o que se pode medir, como campanhas e projetos voltados para a satisfação e desenvolvimento das pessoas enquanto estiverem desenvolvendo suas atividades na companhia.

Impacto dos benefícios flexíveis na qualidade de vida

De fato, a própria CLT já prevê a implementação de alguns benefícios para funcionários alinhados com a lei. Vale-refeição e vale-transporte são alguns exemplos de benefícios oferecidos na maioria das contratações. Hoje, entretanto, eles não são mais as únicas opções disponibilizadas em um contrato de trabalho. 

Um exemplo disto está relacionado a projetos de educação financeira. Um estudo realizado pela Creditas, em parceria com o Ibope Inteligência, mostrou o seguinte cenário:

  • 44% dos entrevistados responderam que querem trabalhar em empresas que ofereçam apoio aos colaboradores nas finanças pessoais.
  • 37% dos que responderam buscam um novo emprego na tentativa de um salário melhor para pagar as contas.
  • Profissionais endividados tem 4,9 vezes mais chances de desenvolver depressão
  • R$3.024,98 é o gasto médio anual que um colaborador endividado gera nas finanças da empresa com absenteísmo.

Oferecer educação financeira corporativa não é apenas um benefício, mas algo que impacta a vida pessoal e profissional de uma pessoa colaboradora. Isso é tão importante que 78% dos participantes da pesquisa afirmaram que os benefícios oferecidos pela empresa são tão ou mais importantes que a remuneração e a oportunidade de crescimento.

Sendo assim, quase metade das empresas brasileiras possuem a expectativa de implementarem benefícios flexíveis no futuro, sendo essa uma amostra de uma movimentação fundamental e muito saudável para o mercado como um todo, sinal de que o RH  já percebeu as expectativas dos funcionários de hoje.

Baixe agora: Como promover o bem-estar financeiro da sua equipe com educação financeira

Como ter uma boa qualidade de vida no trabalho

Confira abaixo alguns passos para se ter qualidade de vida no ambiente de trabalho.

Qualidade de vida no trabalho se constrói aos poucos

Primeiramente, é necessário compreender que qualidade de vida no trabalho se constrói em pequenos passos.

Toda empresa que inicia um plano de implementação de benefícios flexíveis tem muito claro seus objetivos com essa ação - mas eles só se tornarão claramente visíveis no médio prazo.

Isso não significa que o modelo é ineficiente - pelo contrário. A implementação de benefícios flexíveis é uma mudança de cultura organizacional. E, como o próprio significado de “cultura”, ela só se instaura de maneira natural desde que nutrida recorrentemente. Aos poucos, você notará o ganho de engajamento, produtividade e qualidade de vida no trabalho.

Entenda as necessidades dos colaboradores

Com isso em mente, para saber quais os melhores benefícios para funcionários com o objetivo de aumentar a qualidade de vida no trabalho, nada melhor do que compreender suas próprias realidades.

Por isso, busque aproximar a relação e estreitar os laços entre os colaboradores e o RH. Realize pesquisas e converse sobre os principais pontos de melhoria observados por eles. Assim, você pode ter uma noção clara e objetiva do que será mais importante priorizar.

Por fim, entenda também a situação nas entrelinhas. Por exemplo: considere que grande parte dos seus funcionários se encontra endividada e, ao mesmo tempo, a maioria deles opta por um VT e VR unificado e de maior valor. É papel do RH compreender que, ainda que um valor maior destinado à alimentação possa resolver o problema do endividamento de forma paliativa, existem outros benefícios flexíveis, como crédito consignado  e antecipação de salário, que trazem muito mais benefícios para a situação de inadimplência.

Dessa forma, é quase impossível avaliar a situação da empresa e concluir que apenas um ou dois benefícios flexíveis irão suprir as principais necessidades dos colaboradores - o que nos leva ao nosso próximo tópico.

Equilibre as expectativas dos colaboradores e o trabalho do RH

Se você chegou até aqui com a conclusão de que o melhor benefício flexível para aumentar a qualidade de vida no trabalho são todos aqueles que suprem o maior número de necessidades em comum na minha empresa, você não está errado.

É claro que é preciso que o RH justifique e apresente a viabilidade do projeto, mas, de certa forma, quanto mais o grupo de benefícios flexíveis solucionar problemas do RH e ir ao encontro das necessidades dos colaboradores, melhores serão os índices de disposição, fidelização e, consequentemente, qualidade de vida no trabalho.

É preciso, entretanto, alinhar as expectativas: não adianta o RH oferecer inúmeros benefícios com diversos fornecedores e, no dia a dia, perder o contato com os colaboradores devido a uma rotina de trabalho exaustiva e orientada ao gerenciamento de tais fornecedores.

Agrupar esses benefícios em grandes áreas (educação, saúde, auxílios financeiros, etc) é importante, então, para que você reduza o número de fornecedores e otimize a sua rotina de trabalho.

No caso da Creditas Benefícios, você não precisa nem ao menos agrupar as necessidades em áreas. Isso porque oferecemos diversas soluções em benefícios para funcionários de maneira centralizada.

Isso significa que, da educação à saúde, da alimentação à educação financeira, você tem todos os benefícios necessários para o aprimoramento da qualidade de vida no trabalho com apenas  um fornecedor.

São oito opções de benefícios flexíveis, que vão desde o próprio cartão de benefícios, que acumula valores de VT, VR e Cultura, por exemplo, até o oferecimento de previdência privada e seguros de vida e saúde.

Assim, com um único parceiro oferecendo a melhor experiência para seus colaboradores, você tem tempo para fazer o que realmente importa: a gestão eficiente de pessoas.

Como escolher benefícios flexíveis para seus colaboradores?

Diante de tudo que foi apresentado, os benefícios flexíveis tem claro impacto na qualidade de vida no trabalho, mas como escolher qual benefício vai garantir a melhora do clima organizacional e o aumento da qualidade de vida dos colaboradores? 

Essa é uma das perguntas que mais têm chamado a atenção de profissionais de RH nos últimos tempos , pois é cada vez mais necessário encarar os desafios de manter uma equipe concisa e motivada, e com a saúde mental em dia, quando se diz respeito ao equilíbrio da vida pessoal e profissional.

Para tentar responder essa questão, criamos um guia completo sobre benefícios flexíveis para empresas que pode te ajudar a ter uma visão geral sobre benefícios flexíveis, suas vantagens para a equipe e para o empregador, e um passo a passo de como escolher e  implementar.

Conheça mais sobre nossos benefícios corporativos e se surpreenda com todas as possibilidades da Creditas Benefícios!

Se o conteúdo desta matéria faz diferença para seus próximos projetos, saiba que o RH Estratégico tem tudo que você precisa para otimizar processos e alcançar melhores resultados.

Newsletter

RH Estratégico

Assine a newsletter e fique por dentro de todas as nossas novidades.

Nome
E-mail

Ao assinar a newsletter, declaro que concordo com a Política de privacidade da Creditas.

Publicações recentes

Atração e retenção

Salários no RH: remuneração de gestor e analista