• Simule seu crédito

    Simule seu crédito

    • Empréstimo com veículo em garantia
    • Empréstimo com imóvel em garantia
    • Empréstimo consignado
    Mais praticidade? Baixe nosso app:
  • Soluções

    Soluções

    • Imóveis
    • Reforma
    • Venda
    • Troca
    • Carros

    • Financiamento de carros
    • Loja de carros
    Mais praticidade? Baixe nosso app:
  • Store

    Store

    Mais praticidade? Baixe nosso app:
  • Empresas
  • Ajuda
Mais praticidade? Baixe nosso app:
  • Controle financeiro
  • Realizando sonhos
  • Saia do Vermelho
  • Me explica Creditas
  • Tudo sobre Crédito
  • Meu negócio
  1. Home

  2. Realizando sonhos

Realizando sonhos

Empréstimo para reforma: quando vale a pena?

Tomar crédito pode ser uma boa alternativa para negociar descontos na compra de materiais de construção e contratação de serviços

por Vanessa Ferreira

Atualizado em 11 de fevereiro, 2021

Reformar o lar pode ser para muitos motivo de estresse por conta de imprevistos estruturais e financeiros que podem surgir ao longo da obra. Optar por um empréstimo para reforma pode ser uma solução inteligente para minimizar os imprevistos e garantir bons descontos.

Entenda quando vale a pena tomar crédito para transformar seu lar e como escolher uma alternativa de crédito vantajosa.

Vale a pena fazer um empréstimo para reforma?

O sonho da reforma muitas vezes esbarra na hora de definir uma forma de pagar os custos gerados. Ainda que a primeira análise financeira tenha sido positiva nos primeiros passos é muito comum que a pessoa se depare com a incerteza do pagamento.

Isso acontece porque o acúmulo de parcelamentos com diferentes lojas e prestadores de serviço pode gerar dívidas com taxas de juros elevadas na totalidade, culminando em um descontrole financeiro.

Por outro lado, quando o cliente faz o pagamento das compras à vista, ele consegue um bom desconto nos preços dos produtos. E são nesses casos que o empréstimo para reformar a casa surge como uma boa opção.

Especialistas em finanças alertam para que o cliente pesquise e selecione as modalidades de crédito mais baratas - como o empréstimo com garantia, por exemplo. O principal aqui é saber qual será o valor total a ser pago - o chamado CET - Custo Efetivo Total da operação. Na dúvida, simule com os agente financeiros de interesse e tire todas as suas dúvidas antes de fechar negócio.

É possível fazer sua simulação de empréstimo agora mesmo. Confira:

Leia também | 6 dicas para economizar na reforma e não extrapolar o orçamento

O que avaliar antes de solicitar um empréstimo para reformar o imóvel?

1. Necessidade e planejamento

Dois pontos devem ser observados antes de se estruturar o planejamento e orçamento para a reforma. O primeiro é verificar a motivação real da obra. A reforma ou reparo são realmente necessários? É possível esperar até que o orçamento familiar esteja equilibrado? 

Em seguida, é necessário fazer uma análise detalhada das finanças pessoais e/ou da família, a fim de saber o quanto esse custo vai comprometer a renda pessoal e/ou familiar. Se a margem de segurança for pequena, o risco da inadimplência pode surgir e é necessário rever a ideia.

2. Custos do empréstimo

Como vimos, o empréstimo para reforma é uma boa opção para arcar com as despesas à vista, o que favorece a negociação de descontos. No entanto, é necessário avaliar se os descontos irão compensar o custo total do empréstimo.

Não basta olhar apenas para as taxas de juros. Embora eles sejam um fator relevante, é preciso considerar todos os pontos que compõem o valor da contratação do serviço financeiro. Um deles é o Custo Efetivo Total do crédito, que é a soma de todos os encargos, taxas, juros e despesas envolvidas na operação.

De acordo com a resolução do Banco Central, é obrigação da instituição financeira expor essa informação de forma clara no contrato de empréstimo. Isso garante mais transparência para as operações de crédito e permite que o solicitante se planeje de maneira adequada para honrar com o compromisso assumido.

Leia também | Aluguéis em alta: 4 reparos que podem valorizar o imóvel

3. Evite cair em armadilhas

Ao pesquisar por empréstimos não é difícil encontrar sites com propostas sedutoras, como ofertas de juros muito abaixo do mercado, longos parcelamentos e até a dispensa de análises de crédito. Nesse caso, desconfie: pode se tratar de uma fraude.

Afinal, os valores das linhas de crédito podem apresentar muita variação de uma instituição financeira para outra, mas nada que fuja da realidade praticada pelo mercado. O setor financeiro é regulado por leis bastante rígidas e órgãos controladores que não permitem uma grande alteração entre as taxas e condições ofertadas.

Antes de fechar negócio, consulte a reputação da empresa que está ofertando o serviço. Você pode ter acesso ao histórico da empresa em sites de reclamação, como o Reclame Aqui, e nas próprias redes sociais.

Leia também | Crédito para construção: entenda como funciona e veja quando vale a pena

3 opções de empréstimo para reforma com as melhores taxas

Com tantas opções de empréstimo no mercado, pode ser difícil escolher a que melhor se adapta a sua necessidade e orçamento. Confira, a seguir, três modalidades de crédito que podem ser usadas para reformar e que oferecem condições vantajosas:

Empréstimo com garantia de imóvel

Oferecido no Brasil desde 2006, o empréstimo com garantia em imóveis - ou home equity - é uma das modalidades de crédito mais vantajosas no mercado, por dispor as menores taxas de juros. Para se ter uma ideia, a Creditas oferece o empréstimo com taxa a partir de 0,99% ao mês.

Isso ocorre, pois o cliente coloca um imóvel como garantia de pagamento da dívida, tornando o risco de inadimplência menor. Em geral, o valor a ser emprestado pode ser de até 60% do valor do imóvel.

Empréstimo com garantia de veículo

Também é possível oferecer um veículo como garantia do empréstimo.  A concessão de crédito do empréstimo com garantia de veículo é bem parecida com a de imóvel - e o prazo para pagamento pode chegar até a 60 meses. Na Creditas, as taxas iniciam em 1,59% ao mês.

Leia também | Empréstimo com garantia: tudo o que você precisa saber

Empréstimo consignado

Não é raro aposentados e pensionistas do INSS conhecerem o crédito consignado. O que muita gente não sabe, porém, é que essa modalidade também está disponível para funcionários de empresas privadas, contratados no regime CLT.

O consignado funciona da seguinte maneira: ao contratar a modalidade, as parcelas do empréstimo são descontadas automaticamente do salário ou benefício. Por esse motivo, trata-se de uma das linhas de crédito mais atrativas do mercado, já que oferecem uma das menores taxas de juros - por diminuir o risco da inadimplência, assim como possibilita bons prazos de pagamento. A Creditas oferece o empréstimo consignado privado com taxas a partir de 1,29% ao mês. 

E então, o que achou das dicas? Está preparado para tirar o sonho de reformar sua casa do papel? Compartilhe suas dúvidas e experiências com a gente nos comentários.

Newsletter

Exponencial

Assine a newsletter e fique por dentro de todas as nossas novidades.

Nome
E-mail

Ao assinar a newsletter, declaro que concordo com a Política de privacidade da Creditas.

Publicações recentes

Meu negócio

Como fazer declaração do MEI: passo a passo

4 minutos de leitura