• Simule seu crédito

    Simule seu crédito

    • Empréstimo com veículo em garantia
    • Empréstimo com imóvel em garantia
    • Empréstimo consignado
    Mais praticidade? Baixe nosso app:
  • Soluções

    Soluções

    • Imóveis

    • Empréstimo com garantia
    • Aluguel
    • Financiamento
    • Seguro Casa
    • Carros

    • Empréstimo com garantia
    • Financiamento de carros
    • Seguro Auto
    Mais praticidade? Baixe nosso app:
  • Seguros

    Seguros

      Soluções de seguros para proteger suas conquistas. Cote online, compare preços e economize com a maior corretora online do país, a Minuto Seguros, uma empresa Creditas.

    • Para você

    • Auto
    • Casa
    • Viagem
    • Vida
    • Acidentes Pessoais
    • Mais seguros para empresas
    Mais praticidade? Baixe nosso app:
  • Benefícios corporativos
  • Ajuda
Mais praticidade? Baixe nosso app:
  • Controle financeiro
  • Realizando sonhos
  • Saia do Vermelho
  • Me explica Creditas
  • Tudo sobre Crédito
  • Meu negócio
  1. Home

  2. Meu negócio

Meu negócio

Como emitir nota fiscal MEI:passo a passo para NF-e e NFs-e

Guia completo para microempreendedores individuais emitirem notas fiscais de forma correta e simplificada

por Leonardo Cruz

Atualizado em 16 de maio, 2024

Como emitir nota fiscal MEI:passo a passo para NF-e e NFs-e

Emitir notas fiscais é essencial para qualquer negócio, inclusive para os Microempreendedores Individuais (MEI). Além de seguir a lei, isso ajuda a garantir seus direitos perante o governo, aumentar sua credibilidade com os clientes e facilitar a gestão financeira do seu negócio.

Neste artigo, vamos mostrar como emitir dois tipos principais de notas fiscais: a Nota Fiscal Eletrônica (NF-e) e a Nota Fiscal de Serviços Eletrônica (NFs-e). Vamos explicar as diferenças, o que precisa ter em mãos e como fazer cada uma.

Com essas informações, você estará preparado para manter o seu negócio em dia com as exigências fiscais e aumentar a confiança dos seus clientes e parceiros.

Precisando de crédito para realizar seus objetivos?

Use seu carro ou imóvel para ter crédito rápido e seguro com juros a partir de 1,09% ao mês +IPCA e até 240 meses para pagar.

Simule agora

Nesse artigo você vai encontrar:

Por que é importante emitir notas fiscais?

É obrigatório emitir notas fiscais para todos os negócios, inclusive MEIs. Isso formaliza suas atividades e garante que você está cumprindo a lei, evitando problemas legais no futuro.

A emissão de notas fiscais é uma demonstração de profissionalismo e transparência. Isso aumenta a confiança dos seus clientes e parceiros, que se sentem mais seguros em fazer negócios com você.

As notas fiscais ajudam a gerenciar o dinheiro do seu negócio. Com todas as vendas e serviços registrados, fica mais fácil acompanhar seu faturamento, prever receitas e organizar suas contas. Isso facilita a contabilidade e a declaração de impostos.

Emitir notas fiscais é uma prática que fortalece seu negócio e contribui para seu crescimento e sucesso.

Pré-requisitos para emitir NF-e e NFs-e

  • Cadastro no Simples Nacional: Para emitir notas fiscais, o MEI deve estar inscrito no Simples Nacional, um regime tributário que simplifica o pagamento de impostos.
  • Certificado digital: O certificado digital é necessário para assinar e validar as notas fiscais eletrônicas, garantindo autenticidade e segurança nas transações. Você pode obtê-lo em uma autoridade certificadora autorizada.
  • Cadastro no sistema da prefeitura: Para emitir NFs-e, é preciso se registrar no sistema de notas fiscais da prefeitura do seu município. Verifique as especificações locais, pois cada cidade tem seus próprios requisitos.

Cumprir esses pré-requisitos é essencial para emitir notas fiscais corretamente e manter seu negócio regularizado.

Passo a passo para emitir NF-e (Nota Fiscal Eletrônica)

  1. Acesse o sistema da Receita Federal ou utilize um software autorizado. Normalmente, esses sistemas são online e requerem login com seu certificado digital.
  2. Preencha todos os campos obrigatórios, como informações do emitente (seus dados), do destinatário (cliente), descrição dos produtos ou serviços, quantidade, valor e impostos aplicáveis. Consulte o manual de preenchimento.
  3. Valide as informações e assine digitalmente a NF-e com seu certificado digital. Esse passo é essencial para garantir a autenticidade do documento.
  4. Envie a NF-e para a Receita Federal através do próprio sistema. Aguarde a recepção do protocolo de autorização, que confirma que a nota foi registrada e aceita.
  5. Guarde a NF-e e o protocolo de autorização por pelo menos cinco anos. Isso é importante para a sua contabilidade e para eventuais fiscalizações. Consulte mais sobre o armazenamento de NF-e.

Seguindo esse passo a passo, sua NF-e será emitida corretamente, mantendo seu negócio em conformidade com a legislação.

Passo a passo para emitir NFs-e (Nota Fiscal de Serviços Eletrônica)

  1. Acesse o sistema de emissão de notas fiscais da prefeitura do seu município. Cada cidade tem seu próprio sistema. Por exemplo, em São Paulo, acesse o Nota do Milhão; no Rio de Janeiro, acesse o Nota Carioca.
  2. Preencha os campos obrigatórios, como informações do prestador (seus dados), do tomador de serviços (cliente), descrição dos serviços prestados, valores e impostos aplicáveis. Verifique as orientações específicas do sistema da sua cidade.
  3. Valide as informações preenchidas e emita a NFs-e. O sistema irá gerar a nota e disponibilizar o documento para você baixar ou enviar diretamente ao seu cliente.
  4. Envie a NFs-e ao tomador de serviços (cliente) e guarde uma cópia. Armazene todas as NFs-e emitidas por pelo menos cinco anos, conforme a legislação fiscal.

Seguindo esses passos, você estará emitindo suas NFs-e de forma correta, mantendo seu negócio em conformidade com as exigências fiscais.

Dicas para facilitar a emissão de notas fiscais

Utilize softwares de gestão que automatizam a emissão de notas fiscais. Esses programas facilitam o preenchimento dos dados, evitam erros e economizam tempo. Alguns exemplos incluem NFE.io e SEFAZ.

Mantenha a documentação organizada. Crie um sistema de arquivo, seja digital ou físico, para armazenar todas as notas fiscais emitidas. Isso facilitará o acesso às informações quando necessário e ajudará na gestão financeira do seu negócio.

Mantenha-se atualizado sobre as mudanças na legislação fiscal e nas obrigações do MEI. Participe de cursos e treinamentos que ensinem boas práticas de emissão e gestão de notas fiscais. Recursos como o Portal do Empreendedor podem ser úteis.

Considere contratar uma consultoria contábil ou fiscal para auxiliar na emissão de notas fiscais e na gestão das suas obrigações tributárias. Profissionais especializados podem oferecer suporte personalizado e garantir que você esteja cumprindo todas as exigências legais.

Seguindo essas dicas, você simplifica o processo de emissão de notas fiscais, garante conformidade com a legislação e mantém seu negócio organizado e eficiente.

Precisa de Crédito para mudar sua vida pra melhor?

A Creditas tem a solução para você realizar seus objetivos. Aqui você usa seu carro ou imóvel para ter crédito rápido e seguro com juros a partir de 1,09% ao mês +IPCA e até 240 meses para pagar.

House Icon

Veículo em garantia

De R$
5 mil a R$ 150 mil
Juros a partir de
1,49% ao mês

Simule

House Icon

Imóvel em garantia

De
R$ 50 mil a R$ 3 milhões
Juros a partir de
1,09% ao mês + IPCA

Simule

Agora que você conhece todo o processo, comece a emitir suas notas fiscais corretamente. Mantenha-se informado e aproveite os benefícios de estar em conformidade com as exigências fiscais. Para mais informações e suporte, consulte os links fornecidos ao longo do artigo e não hesite em buscar ajuda especializada quando necessário.

Emitir notas fiscais não precisa ser complicado. Com as orientações certas, você pode manter seu negócio regularizado, conquistar a confiança dos seus clientes e garantir um controle financeiro mais eficiente.

Newsletter

Exponencial

Assine a newsletter e fique por dentro de todas as nossas novidades.

Nome
E-mail

Ao assinar a newsletter, declaro que concordo com a Política de privacidade da Creditas.

Publicações recentes

Me explica Creditas

Domicílio Eletrônico Trabalhista (DET): saiba o que é, o prazo e como cadastrar