• Simule seu crédito

    Simule seu crédito

    • Empréstimo com veículo em garantia
    • Empréstimo com imóvel em garantia
    • Empréstimo consignado
    Mais praticidade? Baixe nosso app:
  • Soluções

    Soluções

    • Imóveis
    • Reforma
    • Venda
    • Carros

    • Financiamento de carros
    • Loja de carros
    Mais praticidade? Baixe nosso app:
  • Benefícios corporativos

    Empresas

    Mais praticidade? Baixe nosso app:
  • Ajuda
Mais praticidade? Baixe nosso app:
  • Controle financeiro
  • Realizando sonhos
  • Saia do Vermelho
  • Me explica Creditas
  • Tudo sobre Crédito
  • Meu negócio
  1. Home

  2. Realizando sonhos

Realizando sonhos

Reforma de casas com baixo custo: aprenda como não gastar muito na reforma!

Ter o lar dos sonhos é objetivo de muitas pessoas. Se você quer deixar sua casa antiga reformada, veja dicas de como fazer uma reforma simples sem ter dores de cabeça

por Elaine Ortiz

Atualizado em 26 de outubro, 2022

Quer saber como fazer uma reforma de casa com baixo custo e simples, sem prejudicar o orçamento e ainda assim transformar o ambiente? Continue acompanhando esta matéria!

Afinal, reformar a casa é o desejo de muitos brasileiros. Gastar pouco na obra é um dos caminhos para transformar o sonho em realidade. Mas, como fazer a reforma de casas com baixo custo? 

Embora cada obra tenha um objetivo diferente, algumas orientações são válidas para todo tipo de reforma e podem ajudar a reduzir os custos da obra.

Vejamos neste artigo algumas dicas de reforma para quem quer melhorar o ambiente em que mora, transformar uma casa para alugar ou ainda mudar a decoração de casa sem gastar muito.

Para facilitar sua leitura, veja quais são os tópicos abordados nesta matéria:

Como reformar casas gastando pouco 

Na tentativa de economizar na reforma, algumas pessoas já começam procurando por um profissional “faz-tudo”, que promete realizar toda a obra cobrando um preço mais baixo pelo serviço. No entanto, em situações assim, a máxima “o barato sai caro” é perfeitamente aplicável.

Sem domínio de tudo que precisa ser feito, o profissional pode cometer erros que vão custar muito mais para serem reparados, e o cliente pode perder tempo e dinheiro. 

Na hora de avaliar quanto custa a reforma de uma casa, procure especialistas. A princípio, o valor pode parecer mais alto, mas ainda será menor se comparado aos trabalhos extras de uma obra mal executada. Além disso, um profissional especializado terá mais propriedade ao calcular os materiais necessários. 

5 dicas para uma reforma de casas simples e com baixo custo 

A reforma de um imóvel costuma fazer uma grande bagunça no ambiente; mas, sem os cuidados necessários, a obra também pode desorganizar as finanças do morador. 

Listamos cinco passos que vão ajudá-lo a viabilizar reforma de casas com baixo custo, evitar transtornos e, principalmente, respeitar o seu orçamento. Confira, a seguir: 

1 - Faça um planejamento detalhado 

A orientação pode até parecer óbvia, mas ainda é necessária. É que, embora este seja o primeiro passo para uma reforma bem-sucedida, não são raras as vezes em que esquecemos de planejar a obra. "Sem dúvida o maior erro é a falta de planejamento. Para qualquer tipo de obra esse é o pior erro, mas principalmente a de baixo custo. Cada centavo conta! É preciso colocar tudo no papel, por isso o projeto nesse caso é indispensável. Fazer mudanças durante a criação é saudável, mas alterações durante a obra pode gerar custos extras de retrabalho: Mais tempo de obra, mais mão de obra e mais material.", afirma Patricia Pomerantzeff, arquiteta idealizadora da Doma Arquitetura

Tenha em mente quais são os objetivos da reforma e sua proporção. Um morador que deseja dar nova cor à sala, por exemplo, pode pensar em uma pintura simples e, durante a reforma, sentir a necessidade de fazer um acabamento em gesso para alcançar um resultado mais bonito. A mudança parece sutil, mas pode representar um aumento importante nos custos da obra.  

2 - Conheça a sua situação financeira   

Como qualquer decisão que envolve dinheiro, fazer uma reforma requer conhecimento financeiro. Primeiro, entenda se este é um bom momento para começar a obra e o quanto você realmente pode gastar com essa reforma. 

Uma maneira de evitar que os custos da obra saiam do controle é definir um limite de gastos e acompanhar as despesas de perto para garantir que o orçamento inicial não será extrapolado. O restante deve ficar reservado para eventuais imprevistos no projeto. Patricia explica que "o melhor momento para cortes de gastos é ANTES de extrapolar as contas. Parece óbvio, mas muita gente deixa para fazer as contas durante a reforma e esse erro acaba resultando em obras inacabadas ou dívidas enormes. O planejamento permite ter a noção global do investimento. Com as planilhas detalhadas fica simples organizar as prioridades e cortar o que o que pode ficar para mais tarde."

Em alguns casos, especialmente quando a reforma tem caráter emergencial, vale buscar opções de financiamento. Para escolher o melhor empréstimo, é sempre importante avaliar as menores taxas e prazo para pagamento.

A Creditas possui uma série de soluções e de crédito para quem quer reformar. Conheça mais, compare e veja as melhores condições do mercado no site da Creditas Home.

3 - Estabeleça um prazo para a conclusão da reforma 

Além do dinheiro, o tempo é outro bem valioso que deve ser poupado durante uma obra. É comum que as obras se estendam por um prazo maior do que o morador gostaria, e por isso é tão importante criar um cronograma. 

Depois de mapeada cada parte da obra, não se esqueça de acompanhar o andamento da reforma.

4 - Escolha os profissionais com cautela 

A escolha dos profissionais é uma etapa delicada e importante, e tomar decisões levando em consideração apenas o valor cobrado pela prestação do serviço é um grande erro. 

Para evitar esse tipo de situação, a recomendação é fazer uma reunião com o profissional escolhido e levar referências é uma boa estratégia para evitar futuros desentendimentos e problemas na reforma.

Outro ponto importante é avaliar a complexidade da reforma: as mais simples, como uma pintura, podem até ser feitas sem ajuda. Por outro lado, reparos que envolvem eletricidade, instalações hidráulicas e outras questões estruturais exigem o envolvimento de um profissional.

Além disso, um bom profissional deve conhecer mais fornecedores, ter mais parcerias e conseguir bons descontos na compra de materiais, bons exemplos de como economizar em uma reforma. "Ao escolher uma equipe de profissionais importante analisar além do orçamento, o prazo que apresentam e as referências de trabalhos realizados. Se possível conversar com os antigos clientes para entender como foi o atendimento que receberam. Tudo conta: Orçamento justo, cronograma em dia, respostas breves além da limpeza e organização no dia a dia da obra. O boca a boca continua sendo a melhor propaganda! Uma boa indicação vale ouro!", diz Patricia.

5 - Fique atento à qualidade dos materiais 

A arquiteta afirma que a escolha cuidadosa dos materiais é uma das etapas mais importantes. "E não estamos falando apenas de acabamentos. Aquilo que fica escondido dentro das paredes (infra estrutura) também deve ter qualidade! O famoso “barato sai caro”. O que parece ser a melhor opção pelo baixo custo pode gerar retrabalhos a curto prazo, trazendo gastos indesejáveis e não planejados."

Afinal, não é porque você vai fazer uma reforma de casas simples que deve comprar coisas de baixa qualidade. Isso porque se a qualidade dos itens não for boa, os produtos tendem a durar menos, e o investimento em mão de obra será desperdiçado. 

Assim como para outros produtos, a compra de materiais de construção deve envolver comparação de preços em diferentes lugares, garantindo assim uma reforma de casas de baixo custo, mas durável.

Acabou a obra? Decore sem gastar

Planejar a decoração dos sonhos e adequá-la ao tamanho do orçamento, seja ele individual ou familiar, pode ser um desafio e tanto. Mas, saiba que é possível renovar a decoração de casa sem gastar muito. O segredo? Planejamento e uma boa dose de criatividade.

1. Planejamento: o segredo da decoração de casa sem gastar muito

Considerando que já houve gastos com a reforma, mudança e as compras de eletrodomésticos, é preciso colocar tudo na ponta do lápis e estabelecer um "teto de gastos". 

Comece pelo básico: decida o estilo da sua decoração, faça uma lista de tudo o que você deseja, busque referências, leia e pesquise sobre os melhores lugares para encontrar os melhores preços. 

2. Paredes com mais vida

Um ambiente pode ser totalmente transformado com uma simples pintura. Realçar uma das paredes com uma cor diferente é uma ótima dica para renovar o ambiente.

A cor escura faz com que os objetos como quadros, porta-retratos e luminárias ganhem mais destaque. Além disso, se quiser trazer um clima ainda mais descontraído, pode optar por tintas que transformam a parede em lousa, uma ótima opção para quem gosta de desenhar, mas também pode servir para deixar recadinhos.

3. Invista em plantas

Decore sem gastar muito e ao mesmo tempo traga frescor para o ambiente, adicionando plantas. É possível encontrar plantas que caibam em diferentes orçamentos com valores a partir de R$ 20.

4. Foque nos quadros

Outra dica para decorar a casa gastando pouco é apostar em quadros. Podem até parecer peças mais caras, mas, existem sites que disponibilizam desenhos ou artes de graça e, com eles, você pode montar seu próprio quadro, de acordo com seu gosto pessoal. 

5. Luzes e lâmpadas

Uma das maneiras mais simples de decorar os ambientes da sua casa é com um jogo de luzes. Além de não gastar muito, essa combinação ajuda a renovar a decoração como um todo.

6. Almofadas para descontrair

Já pensou em adicionar um pouco mais de cor sem ter de comprar novos móveis? As almofadas podem ser uma solução. Além de deixar qualquer ambiente diferente, custam, em média, R$ 30.

7. Visite brechós e outlets

Se você quiser apostar em móveis e dar outra cara para a sua casa, também é possível economizar na decoração optando por mobílias usadas vendidas em brechós ou em outlets de grandes marcas do comércio.

8. Faça você mesmo

Há a possibilidades de inovar em móveis e peças como sofás, armários e até camas de pallets, transformar caixotes em mesas de centro, baú ou criado-mudo. O céu é o limite: basta uma pitada de criatividade. O ambiente ficará lindo e o gasto é mínimo.

9. Reaproveite móveis antigos

Aparadores, cristaleiras, poltronas, cadeiras, mesas de centro ou mesas laterais. Tem um móvel antigo de família que está esquecido em um canto da casa sem utilidade? Saiba que ele pode ser transformado em um ótimo objeto decorativo.

10. Reciclagem na decoração

Aproveitando o tema reaproveitar, que tal reciclar objetos que seriam jogados no lixo? Garrafas e caixotes podem se transformar em peças incríveis para a sua casa, com muita personalidade e charme.

Afinal, quanto custa uma reforma residencial? 

Para calcular quanto custa uma reforma residencial, é preciso levar em consideração que existem cômodos que podem sair mais caros do que outros. Os reparos em um banheiro, por exemplo, podem custar muito mais do que uma sala, por causa do tipo de piso, encanamento, entre outros itens. 

Este, inclusive, é um fator que deve ser avaliado de acordo com a finalidade da obra. Se o intuito é reformar o imóvel onde o proprietário irá morar, os tipos de reparos mais detalhados fazem mais sentido. 

Por outro lado, quando o objetivo é valorizar a casa ou apartamento para locação, muitos decidem fazer apenas manutenções básicas, já que o investimento nem sempre será valorizado pelos locatários em potencial. 

O que é mais barato construir ou reformar?

Caso o morador já for proprietário do imóvel antigo e tiver interesse em permanecer, a melhor escolha é a reforma, ainda que haja a necessidade de alterações mais profundas. Porém, isso não se aplica caso existam grandes abalos na estrutura do imóvel.

Quanto uma reforma pode valorizar um imóvel?

Uma boa reforma pode fazer o preço de uma casa subir 30 a 40% - assim como um imóvel em más condições pode se desvalorizar nesta medida, o que pode afastar os possíveis compradores e dificultar a venda, ou ainda deixar margem para que os negociem preços mais baixos.

Se você já se sente pronto para começar agora mesmo uma reforma de casas simples? Já começou a planejar? Conte pra gente nos comentários! 

Newsletter

Exponencial

Assine a newsletter e fique por dentro de todas as nossas novidades.

Nome
E-mail

Ao assinar a newsletter, declaro que concordo com a Política de privacidade da Creditas.

Publicações recentes

Me explica Creditas

Dígito da conta: o que é, para que serve e como encontrá-lo