Revolucionando o empréstimo no Brasil
Use seu carro como garantia de novas conquistas
Use seu carro como garantia de novas conquistas
Finanças

Pix: o que é, para que serve e como se cadastrar

O Pix foi criado pelo Banco Central como um novo sistema de pagamentos instantâneos. Vem ver como ele funciona
Escrito por Mariana Lima em 06.10.2020 | Atualizado em 06.10.2020
  • 7 Likes

Você já deve ter ouvido falar no Pix do Banco Central, o novo sistema de pagamentos que promete transferências bancárias em até 10 segundos. Mas você sabe realmente como funciona o Pix e todas as vantagens que ele vai trazer para sua vida?

Essas três letrinhas estão na moda no mundo financeiro. Todos os bancos estão bombardeando os clientes com informações sobre esse novo sistema de pagamentos, sugerido o cadastro de chaves (tokens) e explicando os benefícios de aderir a esse novo meio de pagamento.

Neste artigo, vamos te explicar o que é Pix, as vantagens e como ele funcionará.

O que é Pix

Pix é um novo sistema de pagamentos criado pelo Banco Central para facilitar a transação bancária no Brasil. A expectativa, é que o Pix revolucione o internet banking brasileiro porque tornará as atividades financeiras mais rápidas e menos burocráticas.

O Pix foi anunciado no dia 19 de fevereiro, mas só vai começar a funcionar de fato a partir do dia 16 de novembro. 

Durante esses meses, as instituições financeiras como bancos e fintechs, tiveram que se cadastrar no Banco Central e passar por uma série de exigências técnicas para poder oferecer essa funcionalidade aos seus clientes.

Mais de 677 bancos, fintechs e cooperativas receberam o aval do Banco Central para operar Pix.

Como funciona o Pix

Sabe quando você precisava transferir um valor naquele dia, mas viu que já tinha passado do expediente bancário e que o dinheiro só cairia no dia seguinte? Com o Pix esse não será um problema.

O novo sistema de pagamento prevê que pagamentos e transferências bancárias sejam compensadas em até 10 segundos!

Hoje, essa função de compensação instantânea das transações feitas depois das 16h só acontece quando o dinheiro é enviado entre contas do mesmo banco.

A novidade supera até mesmo a Transferência Eletrônica Disponível, o famoso TED. Atualmente, essa é o sistema mais rápido para “cair” o dinheiro na conta, mas ainda são necessários, em média, duas horas para isso acontecer.

Mas como isso vai acontecer?

Para transferir valores, você poderá tanto usar o QR code de uma loja quanto uma chave, também chamada de token.

As instituições bancárias começaram a cadastrar as chaves de Pix dos seus clientes no dia 05 de outubro, mas vamos explicar para você como funciona essa função.

Para que serve a chave (token) do Pix?

Hoje, quando você precisa transferir um valor para alguém precisa fazer uma série de perguntas:

  • Qual é o seu nome completo?
  • E o banco que você usa?
  • Qual é a agência e número da sua conta?
  • E o seu CPF ou CNPJ?

Com o Pix, isso não vai precisar acontecer.

Para não ter mais que passar seus dados bancários para um estranho, você pode escolher uma chave (token) de Pix, informar pra ele, e receber a transferência em poucos segundos.

Mas o que são as chaves do Pix?

Há várias opções! Você pode cadastrar o seu e-mail, CPF ou ainda número de telefone como uma chave de Pix.

De acordo com a determinação do Banco Central, uma pessoa física pode ter até cinco chaves enquanto uma pessoa jurídica pode ter até 20.

Como registrar uma chave do Pix?

Essa é uma tarefa fácil e é por isso que o seu banco não para de falar desse assunto.

Para cadastrar uma chave, basta acessar o aplicativo do seu banco e escolher essa opção. Em poucos minutos, você consegue cadastrar as chaves que quiser!

Posso escolher a mesma chave para diferente bancos?

Infelizmente não.

Se você, por exemplo, definir o seu CPF como chave de Pix em um determinado banco, não poderá definir o mesmo documento como chave em outra instituição financeira.

Você deve está se perguntando: por que não? 

Para entender melhor, vamos ver como esse sistema vai funcionar no dia a dia:

Um amigo está devendo dinheiro para você e vai fazer uma transferência bancária via Pix. Você diz a ele que registrou seu CPF e que ele pode usar esses dígitos para a transferência, e assim vocês dois economizam tempo e dinheiro.

Quando o seu amigo fizer a transferência, o valor vai cair automaticamente na conta daquele banco que você cadastrou o seu CPF como chave.

É por isso que, cada chave só pode estar atrelado a uma conta bancária específica.

Então eu tenho que cadastrar todas as chaves no mesmo banco?

Não!

Você pode escolher quais chaves e quais bancos quer cadastrar.

Assim, você poderá, por exemplo, cadastrar o CPF na sua conta corrente principal, o e-mail em uma conta digital secundária e o número do celular na instituição que você recebe sua conta salário. Três chaves diferentes em três instituições financeiras diferentes!

Não quero mais que minha chave fique nesse banco, posso mudar?

Sim. Quem quiser trocar as chaves de Pix entre as instituições, poderá pedir uma portabilidade. 

Esse tipo de mudança deve ser facilitada e sem burocracia. Informe-se na sua instituição financeira como alterar suas chaves.

Quanto custa uma transação feita por Pix?

Essa é mais uma vantagem desse sistema: por enquanto, nenhuma instituição bancária poderá cobrar para fazer esse tipo de transações entre contas de pessoas jurídicas e de Microempreendedores Individuais (MEIs).

O Banco Central deixou nas mãos das instituições financeiras se elas devem ou não cobrar alguma taxa de transações feitas por empresas.

Então, qual é a proposta do Pix?

Você não precisará mais esperar ser um dia útil e no horário do expediente bancário para fazer uma transferência.

Com o Pix, poderá receber e enviar valores para qualquer instituição bancária durante as 24 horas do dia e todos os dias da semana - incluindo finais de semana e feriados.

Esse tipo de transação instantânea pode acontecer:

  1. Entre pessoas
  2. Entre consumidores e lojas
  3. Entre lojas
  4. Para o pagamento de impostos e taxas para o governo


Agora é só cadastrar suas chaves e esperar até novembro para começar a usar o Pix!

Gostou do conteúdo? Comente abaixo se você vai aderir ao Pix. E não se esqueça de assinar a newsletter do Portal Exponencial para não perder nenhum conteúdo.

Receba conteúdos exclusivos
Não perca nenhuma novidade, assine nossa newsletter.
Carregando...
  • 7 Likes
Mariana Lima

Escrito por Mariana Lima

Jornalista especializada em finanças pessoais e macroeconomia. Foi repórter de economia nos maiores jornais do Brasil e acredita que a educação financeira é o primeiro passo para realizar sonhos.

Comentários [1]

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

DIEGO SILVA BARBOSA
DIEGO SILVA BARBOSA
disse:
Bom
16.10.2020
às 01:25

Comentário enviado com sucesso!
Erro ao enviar comentário. Por favor, tente novamente.
Revolucionando o empréstimo no Brasil

Quem somos

As transformações do mundo exigem cada vez mais de nós. Mais funções, mais responsabilidades, mais conhecimento. Mais, mais e mais. Mas o que Creditas e Exponencial têm a ver com isso?

Somos movidos por fazer a diferença na vida das pessoas. Se vivemos o tempo das informações ilimitadas, é nossa função criar e filtrar diferentes conteúdos aos nossos leitores, para que o conhecimento financeiro deles cresça exponencialmente.

Exponencial. Informação é fonte de crescimento.

A Creditas é uma plataforma digital que atua como correspondente bancário para facilitar o processo de contratação de empréstimos. Como correspondente bancário, seguimos as diretrizes do Banco Central do Brasil, nos termos da Resolução nº. 3.954, de 24 de fevereiro de 2011.

Creditas Soluções Financeiras Ltda. é uma sociedade limitada registrada sob o CNPJ/MF 17.770.708/0001-24, com sede na Av. Engenheiro Luís Carlos Berrini, 105, 12º andar Itaim Bibi, São Paulo – SP, 04571-010